Quando As Cigarras Choram

Quando As Cigarras Choram

As cigarras choram – um fenômeno natural fascinante que desperta curiosidade e admiração há séculos. Esses pequenos insetos são conhecidos por seu canto estridente e característico, que pode ser ouvido em muitas regiões do mundo durante os meses quentes de verão. No entanto, o que poucas pessoas sabem é que esse canto intenso e melodioso é, na verdade, o que chamamos de “choro das cigarras”.

Quando as cigarras choram, elas estão, na verdade, atraindo o sexo oposto para acasalar. O canto alto e constante das cigarras machos é uma estratégia de reprodução que visa chamar a atenção das fêmeas. Cada espécie de cigarra tem seu próprio canto característico, o que permite que os indivíduos se reconheçam e se encontrem facilmente em meio a uma população barulhenta de cigarras.

O ciclo de vida das cigarras também é algo digno de nota. Esses insetos passam a maior parte de suas vidas como larvas subterrâneas, se alimentando das raízes das plantas. Após um período de desenvolvimento que pode durar de vários anos a até uma década, as cigarras emergem da terra como adultos plenamente formados. É neste momento que as cigarras machos começam a cantar, atraindo a atenção das fêmeas com sua melodia única e cativante.

O choro das cigarras pode ser tão alto e persistente que às vezes pode ser difícil para as pessoas que vivem em áreas onde ocorre o fenômeno até mesmo ouvir o próprio pensamento. O som das cigarras pode ser ouvido a quilômetros de distância, e muitas vezes é descrito como um zumbido contínuo e estridente. No entanto, para algumas pessoas, o canto das cigarras é uma trilha sonora bem-vinda e familiar do verão, um sinal de que a estação mais quente do ano está em pleno vigor.

Ciclo de Vida da Cigarra

As cigarras são insetos que passam por um ciclo de vida bastante peculiar. Ele se divide em três fases principais: ovo, ninfa e adulto. Cada uma dessas fases possui características únicas e durações específicas.

Ovo

O ciclo de vida da cigarra começa com a postura dos ovos pelas fêmeas. Elas depositam os ovos nas rachaduras do solo ou em árvores. Os ovos são em formato de grãos pequenos, que possuem uma casca dura e resistente.

Os ovos ficam em estado de dormência durante um período que pode variar de algumas semanas até vários anos, dependendo da espécie de cigarra. Essa fase de dormência é importante para a cigarrinha se desenvolver antes de emergir como ninfa.

Ninfa

Quando os ovos eclodem, as pequenas cigarras saem à procura de raízes para se alimentar. A fase de ninfa é a mais longa do ciclo de vida da cigarra e pode durar de dois a dezessete anos, dependendo da espécie.

Durante esse período, a cigarrinha passa por várias mudas, trocando sua exoesqueleto à medida que cresce. Cada muda é denominada instar e a ninfa pode passar por até cinco instares antes de se tornar um adulto.

Adulto

Adulto

Quando a ninfa completa seu ciclo de mudas, ela emerge do solo como uma cigarra adulta. Os adultos possuem asas transparentes e um corpo robusto. Eles passam a maior parte do tempo em busca de um parceiro para acasalar.

Após a cópula, as fêmeas depositam seus ovos e o ciclo de vida recomeça. Os adultos vivem apenas algumas semanas ou meses, dependendo da espécie. Durante esse tempo, as cigarras macho produzem seu som característico para atrair as fêmeas e se reproduzir.

Características da Cigarra

A cigarra é um inseto conhecido por seu canto característico, que pode ser ouvido durante o verão em diversas regiões do mundo. Ela pertence à ordem Hemiptera e à superfamília Cicadoidea.

You might be interested:  O Que Fazer Quando O Notebook Não Quer Ligar

Existem mais de 3.000 espécies diferentes de cigarras, que variam em tamanho, cor e comportamento. Elas são geralmente grandes, com corpos alongados e asas transparentes. Suas cores podem variar do verde ao castanho, dependendo da espécie.

As cigarras passam a maior parte de suas vidas em estado de larva, vivendo no subsolo e se alimentando da seiva de árvores. Após um período de desenvolvimento, elas emergem do solo como adultos e começam a cantar para atrair parceiros.

O canto das cigarras é produzido pelos órgãos chamados timbais, localizados na parte inferior do abdômen do macho. Esses órgãos emitem sons de alta frequência que variam de acordo com a espécie. O canto é uma forma de comunicação entre os machos e serve para atrair as fêmeas.

As cigarras têm ciclos de vida que podem durar de dois a dezessete anos, dependendo da espécie. Durante esse período, elas passam a maior parte do tempo no subsolo, alimentando-se e crescendo. Após emergir como adultos, eles têm uma vida relativamente curta, geralmente apenas algumas semanas.

Em resumo, as cigarras são insetos fascinantes com características únicas. Seu canto, tempo de vida longo e ciclo de vida interessante fazem delas um fenômeno natural digno de estudo e admiração.

Habitat e Distribuição

As cigarras são insetos encontrados em diversos habitats ao redor do mundo. Eles são mais comuns em áreas tropicais e subtropicais, como florestas tropicais, savanas e matas ciliares. Também podem ser encontrados em regiões de clima temperado.

Essas criaturas preferem locais com vegetação densa, pois dependem das plantas para se alimentar e se reproduzir. Suas larvas se desenvolvem no solo, onde se alimentam das raízes das plantas. Já os adultos se alimentam de seiva e néctar das plantas.

Quanto à distribuição, existem mais de 3.000 espécies de cigarras conhecidas em todo o mundo. Elas são encontradas em todos os continentes, com exceção da Antártida. Cada espécie tem sua própria área de distribuição específica, podendo ser encontrada apenas em determinadas regiões.

No Brasil, é possível encontrar diferentes espécies de cigarra em todo o território nacional. Elas são mais comuns nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Além disso, cada espécie tem suas próprias preferências de habitat, podendo ser encontradas em áreas urbanas, rurais, florestais e até mesmo em jardins de casas.

É importante ressaltar que as cigarras são insetos extremamente adaptados ao seu ambiente. Sua capacidade de sobrevivência e reprodução está intrinsecamente ligada à disponibilidade de suas plantas hospedeiras e às condições climáticas adequadas.

Comportamento das Cigarras

As cigarras são insetos conhecidos por sua capacidade de produzir sons estridentes durante o período de acasalamento. Esse comportamento peculiar é realizado pelos machos, que emitem um som característico para atrair as fêmeas.

As cigarras geralmente se alimentam da seiva que sugam das raízes de árvores, mas passam a maior parte do seu ciclo de vida no subsolo. Elas possuem um ciclo de desenvolvimento que pode durar de 2 a 5 anos, dependendo da espécie.

Quando chega o período do acasalamento, as cigarras emergem do solo e sobem nas árvores, onde os machos começam a cantar para atrair as fêmeas. O som produzido é resultado de uma estrutura chamada tímpano, localizada na base do abdômen dos machos.

Os machos “cantam” batendo suas asas juntas, produzindo um som característico que varia de espécie para espécie. Esse som é amplificado pela caixa acústica que eles possuem em seu corpo, fazendo com que seja audível a longas distâncias.

Após a cópula, as fêmeas procuram as árvores próximas para depositar seus ovos. As larvas eclodem e caem no solo, onde iniciam sua jornada de desenvolvimento.

O comportamento das cigarras é um fenômeno interessante e complexo, que ocorre em diferentes regiões do mundo. É incrível como esses pequenos insetos são capazes de produzir sons tão altos e chamativos, mostrando a diversidade e a maravilha da natureza.

You might be interested:  Quando Surgiu A Sociologia

Por que as Cigarras Choram?

As cigarras são insetos conhecidos pelo som característico que produzem, semelhante a uma melodia estridente e vibrante. Esse som é chamado de “choro” das cigarras, mas na verdade é uma forma de comunicação entre os machos para atrair as fêmeas.

Esse fenômeno ocorre principalmente durante a primavera e o verão, quando as cigarras adultas emergem do solo após passarem vários anos como larvas subterrâneas se alimentando das raízes de árvores. O objetivo do choro é atrair as fêmeas para o acasalamento, já que apenas os machos são capazes de produzir esse som característico.

O som das cigarras é produzido por uma estrutura chamada timbale localizada na parte inferior do abdômen do macho. Eles estridulam, ou seja, fazem movimentos rápidos de abertura e fechamento desse órgão, que produz o som quando o ar passa por ele. Cada espécie de cigarra tem sua própria melodia, o que facilita a identificação e a atração das fêmeas da mesma espécie.

Adaptação à vida nas árvores

O choro das cigarras é uma adaptação evolutiva para a vida nas árvores. Esse som alto e estridente é capaz de atravessar as copas das árvores e se propagar por grandes distâncias, permitindo aos machos atrair as fêmeas mesmo que elas estejam a muitos metros de distância. Além disso, a timbale permite ampliar a intensidade sonora, fazendo com que o canto das cigarras seja ainda mais audível.

Comunicação e seleção sexual

O choro das cigarras desempenha um papel importante na comunicação e na seleção sexual desses insetos. As fêmeas são atraídas pelo som e escolhem os machos com base em sua melodia. O choro é um indicador de saúde e qualidade genética, pois apenas os machos saudáveis e bem desenvolvidos podem produzir um som atraente e poderoso.

Em resumo, as cigarras choram para atrair as fêmeas, comunicar sua presença e selecionar os melhores parceiros. Esse som característico é uma adaptação evolutiva que permite a esses insetos se reproduzirem e perpetuarem a espécie no ambiente arbóreo.

Benefícios e Prejuízos das Cigarras

As cigarras são insetos conhecidos pela sua capacidade de emitir sons estridentes durante o verão. Esses cantos, que podem chegar a 120 decibéis, são produzidos pelos machos com o objetivo de atrair as fêmeas para acasalamento. Apesar de dividirem opiniões, as cigarras desempenham um papel importante no ecossistema.

Um dos principais benefícios das cigarras é o fornecimento de alimento para outros animais. Suas larvas, conhecidas como “ninfas”, se alimentam de raízes de árvores e arbustos, o que pode causar danos a plantações e áreas verdes. No entanto, essas larvas, quando morrem, se transformam em um importante recurso alimentar para pássaros, mamíferos e outros insetos. Além disso, as cigarras adultas também são uma fonte de alimento para aves e outros predadores na cadeia alimentar.

Outro benefício das cigarras é o seu papel na polinização de algumas espécies de plantas. Enquanto se alimentam do néctar das flores, esses insetos acabam transferindo pólen de uma flor para outra, auxiliando no processo reprodutivo das plantas. Esse serviço de polinização é essencial para a reprodução de muitas espécies vegetais.

Apesar dos benefícios, as cigarras também podem trazer prejuízos. Como mencionado anteriormente, suas larvas podem causar danos a raízes de árvores e arbustos, prejudicando o desenvolvimento e até mesmo levando à morte das plantas. Além disso, o intenso som produzido pelas cigarras durante o verão pode ser considerado um incômodo por algumas pessoas, principalmente quando ocorre em áreas urbanas densamente povoadas.

Em resumo, as cigarras desempenham um papel importante no equilíbrio do ecossistema, fornecendo alimento para outros animais e auxiliando na polinização de plantas. No entanto, também é preciso considerar os danos que podem ser causados por suas larvas e o incômodo gerado pelo seu canto persistente. A convivência com as cigarras é um exemplo da complexidade e interdependência dos seres vivos na natureza.

Curiosidades sobre as Cigarras

As cigarras são insetos fascinantes que têm algumas características e curiosidades peculiares:

– As cigarras são conhecidas pelo som característico que produzem, principalmente durante o verão. Esse som é produzido pelos machos como forma de atrair as fêmeas.

You might be interested:  Quando Lançou Stranger Things

– As cigarras têm um ciclo de vida bastante longo, podendo viver de 2 a 17 anos, dependendo da espécie. A maior parte desse tempo é passado debaixo do solo como larva. Quando finalmente emergem, vivem apenas algumas semanas.

– Durante o período de reprodução, as cigarras se agrupam em grandes quantidades, formando enxames e fazendo um barulho ensurdecedor. Esse fenômeno, conhecido como “choro das cigarras”, é um espetáculo natural impressionante.

– Existem mais de 3.000 espécies de cigarras em todo o mundo, com diferentes tamanhos e cores. Algumas espécies chegam a medir cerca de 10 centímetros de comprimento.

– As cigarras se alimentam principalmente da seiva de árvores e arbustos, utilizando uma estrutura especializada na boca para perfurar a casca das plantas e sugar o líquido nutritivo.

– Apesar do som alto e constante que as cigarras produzem, elas são inofensivas para os seres humanos. Elas não picam nem mordem e raramente causam danos significativos às plantas.

– As cigarras são consideradas insetos úteis para o ecossistema, já que sua presença ajuda a controlar a população de certas espécies de árvores e arbustos.

Ao aprender mais sobre as cigarras, podemos apreciar melhor esse fenômeno natural e entender sua importância no equilíbrio do nosso ecossistema.

Preservação e Conservação das Cigarras

As cigarras são insetos que desempenham um papel importante nos ecossistemas em que vivem. Por isso, a preservação e conservação desses animais é fundamental para garantir a sua sobrevivência e o equilíbrio do ambiente.

Razão Explicação
Importância ecológica As cigarras contribuem para a fertilidade do solo através da decomposição de material orgânico. Além disso, são importantes na cadeia alimentar, servindo de alimento para outros animais.
Devolução de habitats A preservação das cigarras ajuda a proteger os habitats naturais em que esses insetos vivem. As áreas preservadas fornecem abrigo e recursos necessários para a sua sobrevivência.
Controle de pragas Algumas espécies de cigarras atuam como controladoras naturais de pragas, reduzindo a população de insetos prejudiciais às plantações.
Conscientização e educação É importante conscientizar as pessoas sobre a importância das cigarras e o papel que desempenham nos ecossistemas. A educação ambiental pode contribuir para a conservação desses animais.

Em suma, a preservação e conservação das cigarras é fundamental para manter a biodiversidade e a sustentabilidade dos ecossistemas. É importante promover ações e políticas que visem proteger esses insetos, garantindo assim um futuro melhor para o meio ambiente e para as gerações futuras.

Perguntas e respostas:

O que são as cigarras?

As cigarras são insetos pertencentes à família dos homópteros. Elas são conhecidas por sua capacidade de produzir sons altos e distintos durante o verão.

Por que as cigarras choram?

As cigarras não choram no sentido convencional, mas os sons que elas emitem são uma forma de comunicação. Durante o processo de acasalamento, os machos produzem sons para atrair as fêmeas. Além disso, o som também pode ser uma forma de defesa contra predadores.

Quando ocorre o fenômeno das cigarras chorarem?

O fenômeno das cigarras chorarem geralmente ocorre durante os meses de verão, quando as temperaturas estão mais altas. Isso acontece porque as cigarras são insetos de clima quente e preferem temperaturas mais elevadas para se reproduzir.

Qual a duração do ciclo de vida das cigarras?

O ciclo de vida das cigarras pode variar, mas em média dura de 2 a 5 anos. No entanto, a maior parte desse tempo é gasto na fase de desenvolvimento subterrâneo, onde as cigarras se alimentam das raízes das plantas. A fase adulta, quando as cigarras choram, dura apenas algumas semanas.

Quais são as principais espécies de cigarras?

Existem muitas espécies de cigarras em todo o mundo, mas algumas das mais conhecidas são a Cicada orni, a Cicadetta montana e a Magicicada septendecim. Cada espécie tem características específicas em relação ao som que produz e ao seu habitat.

Por que as cigarras choram?

As cigarras produzem um som estridente que é comumente chamado de “choro”. Esse som é na verdade uma forma de comunicação entre os machos para atrair as fêmeas. É uma característica natural da espécie.