Como Emagrecer A Barriga?

Como Emagrecer A Barriga

Qual a melhor maneira de perder a gordura da barriga?

2- Faça exercícios físicos diariamente – Fazer exercícios físicos diariamente é uma das formas que podem auxiliar na perda de gordura abdominal. Isso se dá porque a atividade física ajuda a queimar calorias e a reduzir o acúmulo de gordura na região abdominal.

  1. Caminhada, corrida, ciclismo e natação são ótimas maneiras de perder barriga.
  2. Esses exercícios ajudam a aumentar a frequência cardíaca, acelerar o metabolismo e queimar calorias, incluindo a gordura subcutânea.
  3. Além disso, é importante incorporar exercícios de treinamento de força, como musculação ou exercícios com peso corporal, para aumentar a massa muscular e acelerar o metabolismo em repouso.

No entanto, ressalta o professor, a indicação da atividade ideal para as pessoas que querem perder barriga deve ser feita por um profissional certificado. “Novamente, não existem métodos e coaches milagrosos, além de exercícios desconhecidos que vão garantir o resultado esperado.

Porque eu emagreci e não perder a barriga?

Porque perco peso e minha barriga não diminui? – A maioria da população brasileira, ao procurar orientações de profissionais da educação física para mudança de hábitos e perda de peso, tem o foco na perda da gordura abdominal, sendo um fator de incomodo para muitos deles.

No entanto, apesar da motivação desses principiantes, alguns equívocos pelo meio do caminho podem fazer esse objetivo permaneça longe de ser alcançado, levando algumas pessoas a desistir de seguir apostando na vida saudável. A falta de mudança no tamanho da barriga pode estar ligada diretamente aos novos hábitos alimentares praticados de maneira errada.

Um dos principais fatores para a resistência da gordura abdominal está na total eliminação de carboidratos da dieta e refeições com valores calóricos abaixo do recomendado. Tendo sido o grande vilão da vida desregrada, o carboidrato parece se tornar um inimigo em potencial em quem pensa em emagrecer, eliminando 100% sua presença entre as refeições e fazendo o corpo ter que estocar gordura para manter os bons índices glicêmicos.

  1. Como consequência — e caso você queira furar algum dia da dieta — seu corpo vai receber o carboidrato de maneira errada, fazendo com que ele não seja eliminado por meio de exercícios e tampouco alimentação, afinal o organismo não sabe quando irá receber esse potencial energético novamente.
  2. Com a extinção dos valores diários do carboidrato da dieta, é comum que essas pessoas também diminuam o consumo de comida, algumas delas chegando a consumir menos de 400g por refeição, mesmo combinando a rotina com exercícios físicos de alto impacto.

Se você passa por esse tipo de situação, não deixe de relatar esse caso para o personal trainer ou até mesmo o nutricionista, é necessária uma mudança de pensamento antes de a corporal fazer efeito.

O que beber antes de dormir para perder barriga?

Chá de Camomila – O chá de camomila é conhecido por seus efeitos antibacterianos e anti-inflamatórios, mas poucas pessoas utilizam o chá para emagrecer. Porém, a camomila tem propriedades diuréticas e desintoxicantes, além de ajudar a inibir o apetite.

  • Outro benefício da camomila é seu efeito calmante.
  • Consumir o chá antes de dormir, fará que você tenha mais qualidade no sono, o que também o fará emagrecer.
  • Como fazer: Coloque uma colher de chá de camomila seca em uma xícara.
  • Acrescente água quente e deixe descansar por alguns minutos.
  • Beba uma xícara antes das principais refeições e antes de dormir.

Descubra aqui seu Índice de Massa Corporal

Qual chá para secar barriga?

Chá verde ajuda a emagrecer, mas não faz milagres – Dessa maneira, como a obesidade oferece grandes riscos para a saúde, tudo aquilo que pode contribuir para o emagrecimento tende a chamar a atenção das pessoas. E com o chá verde não é diferente. No entanto, é preciso ter cautela com produtos que, teoricamente, promovem a perda de gordura corporal – mesmo que eles sejam naturais.

Qual é a fruta que seca barriga?

8. Frutas, como: abacaxi, abacate, melancia, morango e côco – Frutas não engordam? Claro que engordam, até porque têm seu açúcar natural. Então, por que todos dizem que são tão saudáveis?

  1. É que além de terem poucas calorias e ajudarem a saciar a fome, têm diversas propriedades que beneficiam a dieta. Por exemplo:
  2. Abacaxi: ajuda a eliminar toxinas e, com isso, evita a retenção de líquidos, que poderia se traduzir em inchaço abdominal.
  3. Abacate: sempre dizem que abacate tem muita gordura, mas saiba que elas são do bem e auxiliam no aumento de colesterol bom e quebra de colesterol ruim.

Melancia: pura água! Sabe o efeito “detox”? A melancia ajuda a eliminar muitas toxinas e, com elas, gorduras (não é à toa que muito suco verde tem melancia na base). Morango: o grande truque do morango são as fibras, que facilitam a digestão e, com isso, o emagrecimento devido.

O que provoca acúmulo de gordura na barriga?

Nutricionista indica 7 hábitos para diminuir gordura na barriga Diminuir a quantidade de gordura na barriga é um dos principais objetivos estéticos das pessoas que recorrem aos exercícios físicos. No entanto, além da imagem no espelho, o acúmulo de tecido adiposo nessa região também está relacionado à saúde, e pode aumentar o risco de problemas como derrame, diabetes e complicações no fígado.

  • O nutricionista Bruno Rua explica que dois tipos de gordura podem ficar aglomerados na região abdominal.
  • Um é o subcutâneo, localizado abaixo da pele.
  • O outro, chamado de gordura visceral, envolve os órgãos e pode causar problemas graves para o paciente.
  • Alimentação inadequada, com uma quantidade exagerada de gorduras e carboidratos, falta de atividade física regular, elevados níveis de estresse, sono desregulado e consumo excessivo de bebidas alcóolicas são alguns dos itens que, somados, podem causar a gordura visceral”, conta o nutricionista.

Ainda de acordo com o especialista, o acúmulo desse tipo específico de gordura pode ser muito nocivo à saúde e causar diversas doenças, como diabetes tipo 2, problemas cardiovasculares, hipertensão, colesterol alto, problemas intestinais, esteatose hepática e insuficiência hepática.

  • Porém, é possível reverter a situação e eliminar parte dessa gordura perigosa com algumas mudanças pontuais na rotina.
  • Rua listou sete dicas para diminuir a circunferência abdominal e, de quebra, ser mais saudável.
  • Confira sete dicas para diminuir a gordura na barriga: 1 – Dieta de restrição calórica “É muito importante que a pessoa tenha um regime restritivo adequado para a sua realidade.

Não podemos passar uma dieta de atleta para um indivíduo que tenha hábitos comuns. É fundamental que a alimentação seja compatível para que a pessoa possa mantê-la sem desistir e obter os resultados desejados”, explica Rua.2- Consumo de fibras e proteínas “Fazer esse cálculo é muito importante, pois o resultado da conta age diretamente na sensação de saciedade daquele paciente.

Não sentir fome é fundamental para que o indivíduo diminua o consumo de besteiras e se mantenha na dieta. Além disso, a fibra é fundamental para auxiliar no bom funcionamento do intestino, diminuindo o inchaço no local”, afirma o nutricionista.3 – Redução no consumo de álcool “Fazer o consumo controlado de álcool é indicado, já que o exagero na ingestão é um dos fatores causadores do acúmulo de gordura visceral.

You might be interested:  Como Ajudar Uma Pessoa Com Ansiedade?

Durante a pandemia, notei que o consumo aumentou significativamente entre os pacientes, e beber demais faz com que o indivíduo se desequilibre nos outros itens”, destaca Rua.4 – Controle de estresse “O controle do estresse é outro ponto de muita importância neste processo.

O indivíduo estressado acaba comendo mais, não seguindo a dieta, e também pode ter dificuldade para dormir. Aqui, cabe a cada pessoa descobrir o que a faz relaxar. Todas as atividades que ajudarem o paciente a manter o controle sobre o estresse, como caminhadas, meditação, atividades esportivas ou leituras, são válidas”, comenta o nutricionista.5 – Sono de qualidade “Um sono de qualidade age de forma semelhante à questão do estresse.

Uma pessoa mais cansada e mais estressada tende a comer alimentos que não são benéficos, estimulando a cadeia de ações que aumentam a gordura visceral”, explica.6 – Atividade física “Buscar o mínimo estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de 150 minutos de atividades físicas semanais, é o ideal para que o indivíduo não seja considerado sedentário.

É importante lembrar que os benefícios de se praticar uma atividade física se refletem em outros itens que citamos, como a qualidade do sono e o controle do estresse, além de ser uma maneira eficaz de redução da gordura visceral”, pontua o nutricionista.7 – Hidratação adequada “Manter a hidratação é outro ponto de suma importância neste processo.

Para saber a quantidade mínima que a pessoa precisa beber de água diariamente, o paciente deve multiplicar o peso por 35: o resultado será a quantidade em mililitros que ele deve consumir por dia”, completou. Fonte: Imagem: Pixabay/Ilustrativa : Nutricionista indica 7 hábitos para diminuir gordura na barriga

O que seca gordura?

Como perder gordura abdominal? – Aliar atividade física e uma boa alimentação é o conjunto perfeito para quem quer perder gordura abdominal. Alimentos integrais, não industrializados, com baixo teor de açúcar e alto teor de fibras, como vegetais e frutas, favorecem a queima da gordura abdominal.

  1. Além deles, os termogênicos naturais como canela, gengibre, pimenta e café aceleram o metabolismo e a temperatura interna do corpo, ajudando na queima de gordura.
  2. Alimentos pobres em nutrientes e fibras, como doces, farinhas brancas e massas, influenciam negativamente, gerando picos de insulina no sangue.

O ideal é que você procure por um bom profissional para te orientar sobre qual o melhor caminho a seguir. A hidratação do corpo é outro fator que influencia o combate a gordura localizada, pois se há grande ingestão de fibras e baixa ingestão de água, o efeito será contrário, podendo gerar gases e constipação.

O que tomar para derreter gordura do corpo?

10. Tomar chá verde – Existem indícios de que a bebida favorece o combate à retenção de liquido e aumenta o metabolismo, graças à presença de cafeína e antioxidante epigalocatequina galato (EGCG) na sua composição. Estudos já relacionaram ainda a EGCG à composição corporal e distribuição de gordura pelo corpo.

Quanto tempo demora para perder a gordura da barriga?

Acho que vou poder me submeter a qualquer dieta desde que me deixem comer o molho, André Lévy Reduzir a cintura, perder gordura abdominal, ter uma barriga chapada: atire a primeira pedra quem nunca pensou em ter esse tipo de físico? Certamente todos já sonhamos algum dia.

  1. Mas quem poderia se gabar de ter a fórmula mágica ? A região abdominal é uma parte da estrutura corporal que varia de pessoa para pessoa e por isso precisamos entender como nosso metabolismo funciona para conseguirmos nos cuidar para atingir os objetivos desejados.
  2. Os brasileiros são os que mais usam emagrecedores na América Latina (Estudo realizado em 2019 pela Nielsen Holding, empresa especializada em pesquisa de consumo) De maneira geral, a perda de gordura abdominal pode variar de acordo com a rotina de alimentação e exercícios físicos adotados.

Mas em média, considerando uma dieta equilibrada e a prática regular de atividades físicas, é possível perder a barriga em cerca de 2 a 3 meses, É importante lembrar que cada organismo é único e os resultados podem variar de pessoa para pessoa. Além disso, a perda de gordura abdominal não deve ser o único objetivo, mas sim um estilo de vida saudável e equilibrado.

Atualmente, os brasileiros recorrem a diversas alternativas para perder peso. O estudo citado acima também mostrou que pelo menos metade da população brasileira está empenhada em perder peso, sendo que 76% dessas pessoas recorrem a mudanças na dieta. Dados que fazem pensar sobre a saúde e a boa forma dos brasileiros.

Mas o que faz você para controlar o ganho de peso na barriga? Nossa anatomia é feita de tal forma que é possível perder gordura rapidamente, mas, para isso, é necessário fazer esforços inteligentes, pois o que funciona para uma pessoa, não necessariamente funciona para outra. Os melhores professores de Personal trainer disponíveis 5 (35 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (29 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (37 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (77 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (67 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (22 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (16 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (21 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (35 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (29 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (37 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (77 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (67 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (22 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (16 avaliações) 1 a aula grátis! 5 (21 avaliações) 1 a aula grátis! Vamos lá

É possível perder só a barriga?

Redação iBahia • 05/08/2020 às 16:56 • Atualizada em 26/08/2022 às 21:23 – há XX semanas – siga o iBahia no Google News! Quer emagrecer apenas uma parte específica do corpo? Infelizmente, não é possível. De acordo com a nutricionista Raquel Rodrigues e o educador físico Antônio Neves, não adianta falar, por exemplo, que quer apenas diminuir a barriga.

O emagrecimento acontece em um contexto geral. “Ao emagrecer o indivíduo perde gordura e tem redução de medidas no corpo todo com isso ele terá uma redução de gordura no local desejado, mas isso também ocorrerá em outras partes do corpo”, acrescenta Antônio Neves. A nutricionista garante que a maior parte da gordura corporal fica distribuída no glúteo, na parede abdominal e nas costas.

No caso da gordura abdominal, Raquel Rodrigues, do grupo Hapvida, explica que é preciso identificar o (s) fator (es) que causa a gordura ou saliência abdominal para depois definir a estratégia alimentar adequada. Pode ser gordura, inchaço e distensão abdominal.

“Se for gordura é importante retirar da alimentação os alimentos que favorecem o acúmulo de gordura (carboidratos refinados, ricos em gordura saturada, frituras de modo geral); se for inchaço é preciso investir na ingestão de água e chás que ajudem na diurese para eliminação do excesso de líquido; e se for distensão pode ter relação com alguma alergia ou intolerância alimentar, vale diminuir/parar de consumir alimentos com carboidratos refinados, pois eles favorecem a produção de gases e, consequentemente, a saliência”.

Para reduzir gordura acumulada ou localizada, é importante associar uma alimentação saudável a prática de exercícios físicos. “Para quem quer emagrecer, é preciso gastar uma quantidade maior de calorias e faz uma ingestão calórica menor ao que foi gasto na sua sessão de treino”, pontua Antônio Neves.

O profissional de educação física explica que o ideal é apostar em um treino neuromuscular. “Um treino de força com peso, pois o tecido muscular é mais ativado metabolicamente e usa mais calorias em repouso. Mesmo após a sessão de treino, em repouso, ela vai continuar gastando calorias”. Os especialistas aconselham que combinar exercícios e dieta são essenciais para atingir o objetivo desejado, mas eles não recriminam a realização de procedimentos estéticos.

“Só é complicado a pessoa querer transformar demais sua estrutura física em busca de um objetivo comparado com outra pessoa, que está fora da sua realidade”, finaliza Raquel Rodrigues. Fontes: Raquel Rodrigues – nutricionista do grupo Hapvida. CRN 54087; Antônio Neves – graduado em educação física e pós-graduado em musculação e condicionamento físico.

You might be interested:  Como Fazer Canjica Doce?

É possível emagrecer só a barriga?

Como perder barriga – Antes de passarmos às dicas de como perder a barriga, alguns pontos precisam ser realçados: 1. Não há milagres. Antes de mais nada, você tem que aceitar que não existem chás, dietas especiais, fórmulas, receitas, comprimidos ou qualquer outro meio que faça você perder a barriga de forma fácil e rápida.

Enquanto isso não for entendido, você continuará a dar dinheiro para charlatões e acumulará frustrações. Isso sem falar nos riscos para a saúde que alguns tratamentos “milagrosos” para perder peso podem provocar.2. O grau de sucesso que você terá será sempre proporcional ao grau de esforço que você está disposto a fazer.

Se você quer emagrecer sem fazer esforço, o máximo que conseguirá é falhar sem fazer esforço.3. Não há como perder barriga sem emagrecer. A única exceção é a lipoaspiração, que não é a solução indicada na maioria dos casos. Não adianta fazer abdominal, comprar aparelhos que dão choque no abdômen, passar cremes na barriga, etc.

A sua gordura na barriga é uma forma do organismo estocar o excesso de calorias que você consumiu ao longo dos meses. Para perder a barriga, você tem que fazer o seu corpo consumir mais calorias do que consegue armazenar. Tem que gastar os estoques, tem que queimar gordura.4. Emagrecer e perder barriga obrigatoriamente passam pelo binômio: exercício físico + controle das calorias ingeridas.

Se ao longo de vários dias você consumir mais calorias do que consegue gastar, você irá engordar. Por outro lado, se você conseguir gastar mais calorias do que ingere, inevitavelmente, você irá emagrecer. É simples assim. Não há como fugir disso.

Qual o melhor chá para derreter gordura da barriga?

Chá de canela Assim como o gengibre, a canela é um alimento termogênico, que acelera a o metabolismo e também a queima de gordura, principalmente abdominal. Além de ajudar a secar a barriguinha, o chá de canela também é aliado na prevenção da diabetes, pois a canela reduz os níveis de açúcar no organismo.

Faz bem dormir de barriga vazia?

Dormir de estômago vazio não é bom, já que ficamos por um longo período sem nos alimentar quando estamos dormindo, mas se alimentar excessivamente à noite também não é um hábito saudável. O mais indicado é fazer uma refeição completa e leve no horário do jantar e uma ceia duas horas antes de dormir.

Assim, será mais fácil manter sob controle os níveis de cortisol (hormônio relacionado ao estresse) e os picos de insulina (diabetes), pois quando há um grande intervalo sem nos alimentar, esses níveis aumentam. Veja o que comer e o que evitar antes de dormir para não prejudicar seu sono e nem seu organismo.

O que comer antes de dormir? No jantar devemos ingerir proteínas, lipídeos, fibras, vegetais, vitaminas e carboidratos, pois essas combinações garantem nutrientes suficientes para uma boa alimentação. Sempre é bem-vinda uma sopa, mas quem preferir pode comer o arroz e feijão de cada dia, sem nenhum problema.

Já os lanches devem ser consumidos de forma moderada, porque são fontes de boas calorias e apresentam falta de nutrientes cruciais. As melhores opções são os feitos com pão integral, salada e proteína magra (atum ou peito de frango) Antes de dormir, chás naturais, torradas e frutas são importantes. Aveia ou cereais integrais também são uma boa opção, pois contêm substâncias relacionadas diretamente com o sono reparador.

O que evitar antes de dormir? Gorduras e condimentos em grandes volumes devem ser evitados a partir das 22 horas, pois esses alimentos precisam de um tempo maior para ser digeridos e quando deitamos para dormir nosso metabolismo se altera e atrasa o processo digestivo adequado.

É possível perder só a gordura da barriga?

Redação iBahia • 05/08/2020 às 16:56 • Atualizada em 26/08/2022 às 21:23 – há XX semanas – siga o iBahia no Google News! Quer emagrecer apenas uma parte específica do corpo? Infelizmente, não é possível. De acordo com a nutricionista Raquel Rodrigues e o educador físico Antônio Neves, não adianta falar, por exemplo, que quer apenas diminuir a barriga.

O emagrecimento acontece em um contexto geral. “Ao emagrecer o indivíduo perde gordura e tem redução de medidas no corpo todo com isso ele terá uma redução de gordura no local desejado, mas isso também ocorrerá em outras partes do corpo”, acrescenta Antônio Neves. A nutricionista garante que a maior parte da gordura corporal fica distribuída no glúteo, na parede abdominal e nas costas.

No caso da gordura abdominal, Raquel Rodrigues, do grupo Hapvida, explica que é preciso identificar o (s) fator (es) que causa a gordura ou saliência abdominal para depois definir a estratégia alimentar adequada. Pode ser gordura, inchaço e distensão abdominal.

Se for gordura é importante retirar da alimentação os alimentos que favorecem o acúmulo de gordura (carboidratos refinados, ricos em gordura saturada, frituras de modo geral); se for inchaço é preciso investir na ingestão de água e chás que ajudem na diurese para eliminação do excesso de líquido; e se for distensão pode ter relação com alguma alergia ou intolerância alimentar, vale diminuir/parar de consumir alimentos com carboidratos refinados, pois eles favorecem a produção de gases e, consequentemente, a saliência”.

Para reduzir gordura acumulada ou localizada, é importante associar uma alimentação saudável a prática de exercícios físicos. “Para quem quer emagrecer, é preciso gastar uma quantidade maior de calorias e faz uma ingestão calórica menor ao que foi gasto na sua sessão de treino”, pontua Antônio Neves.

  1. O profissional de educação física explica que o ideal é apostar em um treino neuromuscular.
  2. Um treino de força com peso, pois o tecido muscular é mais ativado metabolicamente e usa mais calorias em repouso.
  3. Mesmo após a sessão de treino, em repouso, ela vai continuar gastando calorias”.
  4. Os especialistas aconselham que combinar exercícios e dieta são essenciais para atingir o objetivo desejado, mas eles não recriminam a realização de procedimentos estéticos.

“Só é complicado a pessoa querer transformar demais sua estrutura física em busca de um objetivo comparado com outra pessoa, que está fora da sua realidade”, finaliza Raquel Rodrigues. Fontes: Raquel Rodrigues – nutricionista do grupo Hapvida. CRN 54087; Antônio Neves – graduado em educação física e pós-graduado em musculação e condicionamento físico.

É possível perder gordura só na barriga?

É possível perder gordura em partes específicas do corpo? Gordurinhas localizadas precisam ser queimadas de forma geral — Foto: Unsplash Bem, antes vamos entender o papel da gordura em nosso corpo. A gordura é uma das nossas fontes de energia. Quando exercemos qualquer função orgânica, como respiração, batimento cardíaco, raciocínio, estamos gastando energia e pra isso nosso corpo precisa produzir energia e a gordura é uma das principais matérias primas para essa geração.

Porém, isso não significa dizer que quanto mais gordura eu tiver mais energia vou gerar, mas sim, quanto mais atividades que usam energia eu fizer, mais gordura eu vou queimar. Quanto à questão de queimar a gordura de forma localizada, em partes especificas do corpo, isso não acontece. Não existe nenhum exercício que você possa fazer que “derreta” a gordura de forma localizada.

O abdominal não vai reduzir a gordura da barriga, o exercício de braços não vai queimar a gordura do bíceps ou do tríceps. Nem o famoso “quatro apoios” vai fazer a gordura do bumbum ou do culote desaparecer. Não. Definitivamente isso não vai acontecer. O processo de perda de gordura depende do emagrecimento e não tem como fazer o seu corpo queimar a gordura de uma região apenas.

  • Nosso organismo usa a gordura de uma forma global, do corpo todo, num processo único, que envolve balanço energético, hormônios, ritmo metabólico, etc.
  • O exercício que mais utiliza a gordura como fonte de energia é a atividade aeróbica.
  • São atividades de intensidade moderada e maior duração, como a caminhada, a corrida, o ciclismo, a natação, que você fazer por 10, 20, 30 minutos, ou até mesmo por horas.
You might be interested:  Como Pedir Crédito Emprestado Na Vivo?

Já os exercícios de força são muito importantes para desenvolver a musculatura, e indiretamente também ajudam no aumento do gasto calórico e no consequente emagrecimento, já que quanto mais músculos eu tenho maior será o meu ritmo metabólico e o consumo de gordura utilizado pelo meu corpo.

Isso se deve ao fato de um quilo de músculo utilizar quase duas vezes mais energia (calorias) para se manter do que umquilo de gordura. Então, sim, o exercício de força ajuda no processo de emagrecimento, mas (de novo), de forma global, e nunca de forma localizada. Existem estudos recentes que mostram que alguns treinos conseguem recrutar mais a gordura visceral, ou seja, da região abdominal.

São exercícios de alta intensidade que promovem grande aumento de hormônios do estresse, como cortisol, e que por isso podem ter uma resposta melhor nessa queima mais localizada. São os exercícios intervalos, famosos como HIIT (treino intervalado de alta intensidade), ou curtos e com intensidade muito alta e sem intervalos.

Eles são também chamados de exercícios anaeróbicos, porque usam o oxigênio como fonte de energia principal e por isso não conseguimos manter por muito tempo. A verdade é que todos nós temos um biotipo que precisamos respeitar e aceitar. Geneticamente, algumas pessoas têm mais células de gorduras em regiões localizadas diferentes de outras pessoas.

Algumas pessoas acumulam mais nas regiões inferiores, outras em membros superiores, muitas na barriga. e normalmente num processo de emagrecimento essas são as regiões que perdemos gordura “por último”. Mas, não porque se perdeu de forma localizada em outras artes do corpo, mas porque nessas áreas há mais células adiposas e menos receptores, que são os responsáveis por “pegar” essa gordura e usá-la como fonte de energia, e por isso o processo é mais demorado.

O ideal mesmo é que você escolha a atividade física que gosta, que consegue dar regularidade, que te deixa feliz e saudável, em vez de buscar padrões da beleza em corpos esculturais, e permitir que toda essa busca seja tão frustrante a ponto de você desistir de tudo, e não cuidar do principal, que é o seu bem-estar.

: É possível perder gordura em partes específicas do corpo?

O que provoca acúmulo de gordura na barriga?

Nutricionista indica 7 hábitos para diminuir gordura na barriga Diminuir a quantidade de gordura na barriga é um dos principais objetivos estéticos das pessoas que recorrem aos exercícios físicos. No entanto, além da imagem no espelho, o acúmulo de tecido adiposo nessa região também está relacionado à saúde, e pode aumentar o risco de problemas como derrame, diabetes e complicações no fígado.

  1. O nutricionista Bruno Rua explica que dois tipos de gordura podem ficar aglomerados na região abdominal.
  2. Um é o subcutâneo, localizado abaixo da pele.
  3. O outro, chamado de gordura visceral, envolve os órgãos e pode causar problemas graves para o paciente.
  4. Alimentação inadequada, com uma quantidade exagerada de gorduras e carboidratos, falta de atividade física regular, elevados níveis de estresse, sono desregulado e consumo excessivo de bebidas alcóolicas são alguns dos itens que, somados, podem causar a gordura visceral”, conta o nutricionista.

Ainda de acordo com o especialista, o acúmulo desse tipo específico de gordura pode ser muito nocivo à saúde e causar diversas doenças, como diabetes tipo 2, problemas cardiovasculares, hipertensão, colesterol alto, problemas intestinais, esteatose hepática e insuficiência hepática.

  1. Porém, é possível reverter a situação e eliminar parte dessa gordura perigosa com algumas mudanças pontuais na rotina.
  2. Rua listou sete dicas para diminuir a circunferência abdominal e, de quebra, ser mais saudável.
  3. Confira sete dicas para diminuir a gordura na barriga: 1 – Dieta de restrição calórica “É muito importante que a pessoa tenha um regime restritivo adequado para a sua realidade.

Não podemos passar uma dieta de atleta para um indivíduo que tenha hábitos comuns. É fundamental que a alimentação seja compatível para que a pessoa possa mantê-la sem desistir e obter os resultados desejados”, explica Rua.2- Consumo de fibras e proteínas “Fazer esse cálculo é muito importante, pois o resultado da conta age diretamente na sensação de saciedade daquele paciente.

  1. Não sentir fome é fundamental para que o indivíduo diminua o consumo de besteiras e se mantenha na dieta.
  2. Além disso, a fibra é fundamental para auxiliar no bom funcionamento do intestino, diminuindo o inchaço no local”, afirma o nutricionista.3 – Redução no consumo de álcool “Fazer o consumo controlado de álcool é indicado, já que o exagero na ingestão é um dos fatores causadores do acúmulo de gordura visceral.

Durante a pandemia, notei que o consumo aumentou significativamente entre os pacientes, e beber demais faz com que o indivíduo se desequilibre nos outros itens”, destaca Rua.4 – Controle de estresse “O controle do estresse é outro ponto de muita importância neste processo.

  • O indivíduo estressado acaba comendo mais, não seguindo a dieta, e também pode ter dificuldade para dormir.
  • Aqui, cabe a cada pessoa descobrir o que a faz relaxar.
  • Todas as atividades que ajudarem o paciente a manter o controle sobre o estresse, como caminhadas, meditação, atividades esportivas ou leituras, são válidas”, comenta o nutricionista.5 – Sono de qualidade “Um sono de qualidade age de forma semelhante à questão do estresse.

Uma pessoa mais cansada e mais estressada tende a comer alimentos que não são benéficos, estimulando a cadeia de ações que aumentam a gordura visceral”, explica.6 – Atividade física “Buscar o mínimo estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de 150 minutos de atividades físicas semanais, é o ideal para que o indivíduo não seja considerado sedentário.

É importante lembrar que os benefícios de se praticar uma atividade física se refletem em outros itens que citamos, como a qualidade do sono e o controle do estresse, além de ser uma maneira eficaz de redução da gordura visceral”, pontua o nutricionista.7 – Hidratação adequada “Manter a hidratação é outro ponto de suma importância neste processo.

Para saber a quantidade mínima que a pessoa precisa beber de água diariamente, o paciente deve multiplicar o peso por 35: o resultado será a quantidade em mililitros que ele deve consumir por dia”, completou. Fonte: Imagem: Pixabay/Ilustrativa : Nutricionista indica 7 hábitos para diminuir gordura na barriga

Como secar gordura da barriga naturalmente?

1. Consuma fibras solúveis – Já reparou como depois de comer pão, macarrão ou mesmo doces, você fica esfomeado novamente pouco tempo depois? Isso acontece por vários motivos. A velocidade de liberação da glicose é um deles. Porém, além disso, esses alimentos não contém fibras solúveis, que ajudam muito na sensação de saciedade.

Quando as fibras solúveis chegam ao estômago, elas formam uma espécie de gel. Assim, elas reduzem a velocidade de digestão dos alimentos, fazendo com que a sensação de saciedade seja mais duradoura. Existem diversos alimentos ricos em fibras solúveis. Alguns exemplos são as sementes de linhaça, aveia, gérmen de trigo, brócolis, abacate, maçã com casca, chia, banana, laranja, lentilha, feijão etc.

Coloque esses alimentos no seu cardápio e você terá excelentes aliados para secar a barriga. As irão, inclusive, ajudar a superar o desejo por comer alimentos mais calóricos e de rápida digestão, como os refinados e doces.