Como Acabar Com Mau Cheiro Nas Axilas Para Sempre?

Porque minhas axilas fedem mesmo com desodorante?

Às vezes, o que causa mau cheiro nas axilas é o uso impróprio do desodorante ou antitranspirante. Um erro muito comum é passar desodorante com as axilas ainda molhadas do banho, o que atrapalha a absorção pela pele e o produto não age de forma eficaz. Sempre aplique seu desodorante ou antitranspirante nas axilas secas.

Qual o melhor remédio para mau cheiro nas axilas?

Clindamicina 1% ou eritromicina 2%, sob manipulação em creme, loção ou gel, aplicar duas vezes ao dia, até melhora do odor. Pode ser necessário repetir o curso ou até mesmo manter o uso contínuo da medicação para manutenção da resposta.

Como acabar com o CC de vez caseiro?

Confira as dicas de como tirar o mau cheiro das axilas: – 1) Pasta de bicarbonato de sódio com limão A pasta de bicarbonato de sódio e limão é uma das principais opções para acabar com o odor das axilas, porque tem ação uma antimicrobiana que ajuda a tirar as bactérias que causam mau cheiro.

É recomendado aplicar a pasta de bicarbonato de sódio à noite, pois o limão pode causar manchas ou queimaduras na pele quando exposta ao sol. Modo de preparo Corte um limão pela metade e coloque o bicarbonato de sódio por cima, fazendo uma mistura entre os ingredientes. A receita também pode ser utilizada durante o banho, passando a pasta na região das axilas por cerca de 5 minutos.

Depois disso, lave com água.2) Leite de Magnésia A mistura de hidróxido de magnésio com água tem o poder de neutralizar alguns ácidos que compõem o suor alterando o pH da pele. O uso do produto auxilia no combate do mau dor. A mistura pode ser usado como spray ou pode aplicá-lo com o auxílio de algodão.

  1. Ingredientes 50 ml de leite de magnésia; 2 colheres de sopa de água; 10 gotas de glicerina vegetal; 5 gotas de óleo essencial de alecrim; 5 gotas de óleo essencial de tea tree.
  2. Modo de preparo Em um frasco coloque o leite de magnésia, a água, a glicerina, os óleos essenciais e agite.
  3. Ele pode ser aplicado várias vezes ao dia.3) Vinagre de maçã O vinagre de maça pode ser uma ótima opção para o tratamento caseiro.

Ele auxilia a remover as bactérias que causam o odor, por ser uma substância ácida. Ingredientes ¼ de xícara de vinagre de maçã; ¼ de xícara de água. Modo de preparo Misture os ingredientes e coloque em um frasco de spray. Após borrifar, massageie a região, e deixe agir por 15 minutos.

É bom passar limão nas axilas?

Ação uniformizadora: verdade ou mito? – De acordo com a expert, o limão pode ter ação uniformizadora devido ao seu ácido cítrico, mas esclarece que seu uso direto na pele não é seguro. “Junto com esse ácido há outros componentes que podem causar queimaduras profundas e gerar exatamente o efeito contrário, manchando a pele”, explica. Não é recomendado aplicar o suco do limão nas axilas

Qual o melhor sabonete para tirar odor?

O sabonete de glicerina é a fórmula mais indicada para acabar de vez com o mau cheiro. A glicerina age promovendo a hidratação e a limpeza da pele, já que tem ação bactericida.

O que causa o odor nas axilas?

Sem Frescura: por que algumas pessoas têm o sovaco mais fedido que outras? Todo mundo sabe o que acontece quando suamos demais: ganhamos um par de pizzas embaixo do braço e o desodorante vence, não é mesmo? Sim, estamos falando do cecê, aquele cheiro péssimo que é a dica para você não levantar o braço até tomar um banho.

Mas você sabia que esse cheiro pode variar de pessoa para pessoa, tanto em intensidade quanto no odor em si? A causa do cecê não é simplesmente o suor acumulado debaixo das axilas, mas sim a mistura entre restos de pele, sais e água que acaba sendo ambiente bem maneiro para a proliferação de bactérias e fungos.

A questão é que, além da higiene em si, fatores como genética, alterações hormonais e até mesmo alimentação influem no tipo e na intensidade do odor. Se você come muita cebola, alho, pimentas ou curry, por exemplo, é bem provável que tenha a axila mais fedida.

  • Doenças como também influenciam essa questão, assim como a presença de pelos.
  • Isso porque os cabelinhos dificultam a limpeza e podem acumular a queratina proveniente das células mortas.
  • O resultado disso é uma presença mais constante de bactérias no local.
  • A boa notícia é que, na maioria dos casos, tomar um bom banho, secar bem a região e usar desodorantes é suficiente para evitar problemas Aliás, por falar em desodorantes, os especialistas se dividem: há quem recomende os antitranspirantes, bem como os que ressaltam que o uso excessivo desses produtos pode atrapalhar o processo de transpiração da pele e causar irritação local.

O problema é que, mesmo seguindo todos esses passos, algumas pessoas continuam com o cheiro, mesmo após tomar banho. Isso pode ser consequência da bromidrose, uma doença que nada mais é do que o desequilíbrio da flora bacteriana das axilas. Neste caso, as bactérias permanecem no local e o banho simplesmente não consegue removê-las.

As informações do vídeo foram reunidas com a ajuda de Andressa Sato, dermatologista do Fleury Medicina e Saúde; Ana Célia Xavier, Dermatologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo; Camila Hoffmann, dermatologista da Unidade Vergueiro do Hospital Alemão Oswaldo Cruz; Elimar Gomes, coordenador do grupo de dermatologia do Centro Oncológico da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo.O roteiro é de Rodrigo Lara.Acompanhe as informações do Sem Frescura toda segunda-feira, porque dá para ser saudável sem frescura.

: Sem Frescura: por que algumas pessoas têm o sovaco mais fedido que outras?

Qual o melhor sabonete antibacteriano para axilas?

Top 10 Melhores Sabonetes Antibacterianos

Produtos Detalhes
Ação
1 GRANADO Sabonete Liquido Antisseptico Granado Antisséptica, antibacteriana e desodorante
2 PROTEX Sabonete Antibacteriano Protex Limpeza Profunda Antibacteriana
3 GRANADO Sabonete Barra Antisséptico Granado Sport Antisséptica e hidratante

O que pode ser usado no lugar do desodorante?

Eu testei: desodorante caseiro/natural da Bela Gil Você já deve saber que eu sou a louca dos desodorantes naturais e tô constantemente testando diversas receitas, né? Já perdi a conta de quantas vezes comprei um desodorante, usei e acabei dando pra alguém porque não funcionou para mim. Infelizmente, muitos dos desodorantes disponíveis no mercado são antitranspirantes, o que significa que eles bloqueiam as glândulas das axilas para evitar a transpiração.

  1. No entanto, isso é considerado prejudicial por médicos, uma vez que os antitranspirantes inibem a produção de suor, aumentando o risco de infecções nas glândulas axilares.
  2. Além disso, estudos em andamento sugerem que desodorantes contendo alumínio e parabenos, substâncias comumente encontradas em muitos produtos comerciais, podem estar associados ao câncer de mama, de acordo com o INCA.
You might be interested:  Como Encontrar Uma Pessoa Pelo Nome?

‍ Já enfrentei o problema do entupimento das glândulas axilares algumas vezes, o que resultou no aparecimento daquelas bolinhas dolorosas, sabe? Por isso, o assunto desodorante natural sempre me despertou muito interesse, por uma necessidade pessoal, se é que vocês me entendem. Aí me deparei com o desodorante da Bela Gil, e pensei: se ela usa no Brasil, deve funcionar. Porque eu já tinha dado uma pesquisada e achei receitas de hidratantes, desodorantes e outros produtos criadas por gringos em países com um clima muito diferente do nosso. Pra fazer o desodorante caseiro é muito fácil: só misturar os 3 ingredientes – leite de magnésia, água e óleo essencial da sua preferência -, colocar num potinho com saída spray, e tá pronto! É barato também, porque o leite de magnésia é um produto bem acessível e tem em qualquer farmácia.

  • 1/2 xícara de leite de magnésio
  • 1/4 de xícara de água
  • 1 colher de chá de óleo essencial da sua escolha.
  • Depois de feito, foi a hora de testar, e vamos às minhas impressões:

Primeiro lugar: a textura é bem líquida, e no começo eu estranhei um pouco, porque tava acostumada a desodorantes de roll-on que costumam ser mais cremosos. Confesso que na primeira vez que usei pensei: que estranho ficar com o sovaco molhado, mas seca rapidinho e logo a gente acostuma.

  1. ‍Já tô usando há mais de um mês e não tive nenhuma coceira, inchaço, ou bolinha, tão comuns quando usava os desodorantes comprados em farmácias.
  2. Não quero outra coisa na vida! 🙂

Algumas amigas usam direto o leite de magnésia, que é quase sem cheiro, mas reclamam que às vezes ele fica meio esbranquiçado em contato com a pele. Como essa receita leva água, ele dilui na proporção ideal que não ficou branquinho, e funciona do mesmo jeito.

E eu curti o fato de poder colocar óleo essencial pra dar o cheirinho que eu gosto, que é de lavanda.Outro dia aconteceu uma coisa engraçada, fui dormir na casa do meu namorado e esqueci de levar o desodorante, aí usei um rexona que tinha lá com cheiro de talco – powder, porque os nomes têm que ser em inglês né gente – e quando deitei ele falou: nossa, que sabonete foi esse que vc usou? E deu uma tossida, tipo, detestei.

E eu disse, não é o sabonete, é o desodorante. Aí ele: ah, então traz o seu natureba pra cá que é muito melhor!! Fiquei feliz. Ou seja, quesito funcionalidade: 10! Cheirinho: 10! Aparência: 10! Valeu Bela! #tamojunto ‍ ‍ Sabe o que o desodorante natural tem em comum com o copinho retrátil da Menos 1 Lixo? Eles são agentes de transformação! Muitas pessoas dão os seus primeiros passos numa jornada mais sustentável através desses dois itens. Se você ainda não conhece o copinho reutilizável número #1 no rolê da sustentabilidade.

O que fazer para acabar com a bromidrose?

A transpiração serve para regular a temperatura do corpo, indicar emoções, alterações hormonais e auxiliar no combate a infecções. As glândulas sudoríparas são as responsáveis pela produção do suor, estão espalhadas por toda a nossa pele e são divididas em dois tipos: écrinas e apócrinas.

  1. As écrinas estão presentes em toda a superfície do corpo e a sua função é regular a temperatura.
  2. O suor produzido por elas praticamente não exala cheiro, pois é constituído basicamente por água e alguns sais que não se decompõem.
  3. As glândulas apócrinas estão presentes somente nas axilas, área genital, couro cabeludo e ao redor dos mamilos.

Seu suor, além da água e dos sais, também contém restos celulares e gordura. Em lugares que ficam húmidos por muito tempo, sem pegar luz e ventilação como nas axilas, virilhas e pés, pode haver a proliferação de bactérias e fungos que se alimentam do suor e seus componentes, decompondo-os.

  • As gorduras digeridas por esses microorganismos são transformadas em ácidos voláteis que causam o mau cheiro, uma inconveniência chamada “bromidrose”.
  • Popularmente conhecida como cê-cê (bromidrose axilar) ou chulé (bromidrose plantar), a bromidrose é um problema que afeta milhares de pessoas, causando desconforto e constrangimento.

Na verdade, todo mundo apresenta algum grau de odor nas axilas e nas virilhas, porém, algumas pessoas apresentam esses odores acima da média e tem dificuldade em controlá-los. As pessoas que sofrem de bromidrose apresentam um maior número de glândulas apócrinas e suas glândulas geralmente são maiores.

  1. Homens e jovens pós-puberais fazem parte do grupo de maior incidência de bromidrose devido a fatores genéticos.
  2. Mas, além dos fatores genéticos, outras condições podem contribuir para o mau cheiro, como o tipo e quantidade de bactérias presentes na pele, má higiene pessoal ou das roupas, obesidade, diabetes, cigarro, micoses, alguns antibióticos, ingestão excessiva de álcool e de alguns alimentos como curry e alho, por exemplo.

Existem diversos tratamentos para a bromidrose, desde produtos de uso tópico a cirurgias para a retiradas das glândulas sudoríparas. Se você sofre com os odores excessivos da transpiração, recomendamos visitar um dermatologista, pois ele poderá receitar o melhor tratamento para o seu caso.

Nós aqui na Dermus temos todo um arsenal de combate à bromidrose, como sabonetes, talcos, loções e desodorantes manipulados que impedem a proliferação das bactérias e evitam o suor excessivo. Enquanto o dia da consulta com o dermato não chega, aproveite as dicas que a Dermus preparou para ajudá-los a combater o problema: 1 – Tome banho com sabonete antisséptico; 2 – Após o banho, seque bem a pele.

Você pode usar um secador de cabelos em temperatura morna para eliminar os resquícios de humidade das axilas e entre os dedos dos pés; 3 – Evite usar roupas feitas com materiais sintéticos como náilon ou poliéster. Prefira fibras naturais como algodão, que respiram melhor (também vale para sutiãs e meias); 4 – Troque de roupas todos os dias e procure lavá-las com produtos que ajudem a eliminar os odores (há produtos especiais com esta finalidade, geralmente encontram-se em supermercados junto aos sabões em pó e amaciantes); 5 – Dê preferência a calçados abertos.

Ao chegar em casa, deixe seus calçados em um lugar arejado, de preferência onde possa pegar sol. Se possível, tenha mais de um par de calçados para revezar o uso; 6 – Procure fazer uma “manutenção rápida” em algum momento ao longo do dia (ao meio dia ou no meio da tarde, por exemplo), lavando somente as axilas com sabonete antisséptico em uma pia de banheiro.

Para isso, tenha sempre o seu sabonete antisséptico e a sua toalha na bolsa ou mochila; 7 – Trate problemas na pele que possam estar contribuindo com o mau cheiro, como as micoses, por exemplo.8 – Procure evitar o consumo excessivo de álcool e de comidas muito condimentadas; 9 – Procure orientação com o farmacêutico sobre uma formulação de desodorante ou antitranspirante ideal para você. Ao navegar por nosso site, você expressamente outorga seu consentimento para tratamento dos dados pessoais que nos informa, nos termos da nossa política de privacidade. para botão “aceitar todos”, Aceito, Manage consent

You might be interested:  Como Fazer Um Resumo?

Pode usar vinagre nas axilas?

Na limpeza de casa, em diversas situações, é possível fazer uso de vinagre para acabar com mau cheiro. Mas será que ele acaba com todo tipo de odor desagradável? Em que situações ele pode ser usado? Para entender como o vinagre acaba com os cheiros ruins, precisamos entender primeiro o que constitui esses odores.

  1. Os cheiros que nos causam uma sensação desagradável são compostos de moléculas que possuem diversas funções orgânicas,
  2. Veja alguns exemplos: * Ácidos carboxílicos : apresentam de 1 a 3 carbonos e possuem um cheiro que vai de forte a irritante; já os ácidos com 4 a 10 carbonos possuem um odor extremamente desagradável, com cheiros rançosos e pungentes.

Alguns exemplos são: * Compostos sulfurados ou tiocompostos: Vários compostos que contêm enxofre são “fedidos”. Geralmente, eles são derivados do gás sulfídrico, H 2 S, que é o responsável pelo cheiro de ovo podre. Muitos compostos sulfurados, especialmente do grupo dos tióis, também chamados de mercaptanas, são adicionados ao gás de cozinha porque possuem um odor extremamente desagradável e podem ser detectados prontamente pelo consumidor mesmo em baixas concentrações. Tiois usados para conferir cheiro ao gás de cozinha. Além desses, temos também o metanotiol (CH 3 ─ S ─ H), que é considerado o composto com um dos piores cheiros do mundo. * Compostos aromáticos nitrogenados: Para se ter uma ideia, o escatol (C 9 H 9 N) é uma amina aromática responsável pelo cheiro das fezes. A trimetilamina e a piridina são responsáveis pelo cheiro de peixe podre Agora vamos falar sobre o vinagre, Ele é constituído por uma solução aquosa de cerca de 4% em volume de ácido acético, Esse composto orgânico, que também é chamado de ácido etanoico, é da família dos ácidos carboxílicos, e sua estrutura é mostrada a seguir: Fórmula estrutural do ácido etanoico ou acético Para que o vinagre possa acabar com os cheiros ruins, é necessário que ocorra uma reação de neutralização, na qual se produz substâncias que não possuem o mau odor. Visto que toda reação de neutralização ocorre entre um ácido e uma base, o vinagre, que é um ácido, elimina com eficácia somente odores básicos. Os compostos nitrogenados mencionados são alcalinos, ou seja, possuem um caráter básico (pH > 7). De acordo com a teoria ácido-base de Lewis, base é toda espécie química capaz de oferecer um par de elétrons. Mas segundo a teoria de Bronsted-Lowry, base é toda espécie química capaz de receber um próton (H + ). Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Assim, os compostos nitrogenados, como as aminas aromáticas, atuam como bases porque o nitrogênio possui um par de elétrons que ele pode fornecer para outra espécie química ou ele pode receber um próton (H + ). O vinagre pode ser usado, então, para acabar com o cheiro de peixe, pois ocorre a seguinte reação entre o ácido acético e a piridina: Reação de neutralização entre vinagre e piridina. Observe que a piridina atuou como uma base, pois recebeu um próton do ácido acético do vinagre, formou íons que aumentam a sua solubilidade em água e eliminou o odor de peixe podre. Assim sendo, no cotidiano, você pode lavar as mãos com vinagre e depois com água para acabar com o cheiro de peixe que fica nas mãos.

Isso também pode ser feito para acabar com o cheiro de gordura fétida e com aquele cheiro e sabor rançoso do frango, O vinagre também atua de forma similar para acabar com o cheiro de mofo nas roupas, Você pode colocar as roupas de molho em uma bacia com água e vinagre. Outra aplicação do vinagre é para eliminar o cheiro de urina e fezes de cães e gatos.

Depois que você remover esses resíduos, pode passar um pano no local embebido em uma solução formada por 2/3 de água morna e 1/3 de vinagre. Por último, aplique um pouco do produto puro sobre a área e deixe secar naturalmente. Mas de acordo com as reações vistas, o vinagre não é eficaz para eliminar, por exemplo, o odor do suor (bromidrose), pois, conforme dito, esse cheiro desagradável deve-se a ácidos carboxílicos.

  • O suor é secretado pelas nossas glândulas écrinas e apócrinas, sendo constituído basicamente de água (99%), cloreto de sódio, ácidos carboxílicos de baixa massa molar, ureia, sais de ferro, potássio, amônio, ácido lático, proteínas e outros componentes.
  • Ele é então eliminado pelas glândulas sudoríparas, inicialmente sem nenhum odor desagradável.

Porém, na nossa pele, existem bactérias que metabolizam as substâncias do suor e produzem alguns compostos de cheiro ruim, tais como ácido butírico, caproico e outros associados a aminas e mercaptanas. Assim, para acabar com o odor nas axilas, é mais recomendável usar uma substância básica, como o leite de magnésia (solução de hidróxido de magnésio, Mg(OH) 2 ), que tornará o meio básico, provocando a morte das bactérias e, consequentemente, a decomposição das substâncias orgânicas eliminadas no suor.

Pode passar bicarbonato de sódio nas axilas?

10- Para combater o mau odor nas axilas – O mau odor crônico nas axilas, ao contrário do que muitos imaginam, pode ser um problema causado por bactérias e não por falta de higiene. Porém, o bicarbonato de sódio pode contribuir também para a resolução deste problema.

Pode dormir com limão no Suvaco?

Por que não é recomendado passar limão nas axilas? – O limão por ser uma fruta com características mais ácidas ele queima a pele, pode causar manchas, se usado com frequência pode causar queimaduras de 2º grau e dermatites.

Pode passar limão com bicarbonato nas axilas?

O ‘viral’ da vez é utilizar limão e bicarbonato de sódio nas axilas para clarear e diminuir odores. A prática, contudo, não é segura, pode causar queimaduras e até escurecer ainda mais a região.

Quanto tempo deixar o limão nas axilas?

Conceição Trucom * Outro dia assisti em uma série policial de TV americana, chamada CSI, uma policial espremendo limão em seu corpo para sair o cheiro residual que ficou após ela ter tido contato com um corpo em estado de putrefação. Alguns naturalistas mais ortodoxos não usam sabonete para tomar banho.

Usam somente o suco do limão para fazer tal asseio. Cortam o limão ao meio e o esfregam em todo o corpo antes de receber a ducha de água fria ou morna. Realmente o limão é um excelente bactericida e um antibiótico natural. Tanto em uso interno, como externo. Já vi um vídeo de surfistas em alto mar que ao sofrerem algum acidente com ferimentos (impacto contra corais ou mordidas de tubarões, por exemplo) ao serem resgatados por barcos, recebem IMEDIATAMENTE o suco fresco de limão para desinfetar a área ferida, até que cheguem em terra para um atendimento mais especializado.

You might be interested:  Como Montar Uma Loja Virtual?

No uso externo você pode inclusive preparar fórmulas com farelo de aveia ou fubá, para tratar manchas, pele oleosa e até para eliminar o de mau cheiro nas axilas, o famoso “cecê”. Neste caso terás que passar o suco do limão no local, diariamente à noite (por 30 ou mais dias).

Deixar uns 5-10 minutos e tomar banho ou lavar bem o local. O problema é que quando volta-se a usar uma roupa contaminada (por ter sido usada antes do tratamento), mesmo limpa, ela ainda conterá resquícios da bactéria e da fermentação nas axilas. Este é o motivo pelo qual deves realizar o tratamento por 30 ou mais dias: precisas avaliar.

Outra recomendação é tratar as roupas contaminadas deixando de molho por 30 minutos em água com limão e bicarbonato. Coloque 1 litro de água numa bacia + o suco fresco de 1 limão + 1 colher café de bicarbonato de sódio. Misture bem e depois coloque de molho as camisas e camisetas contaminadas.

É bom passar limão nas axilas?

Ação uniformizadora: verdade ou mito? – De acordo com a expert, o limão pode ter ação uniformizadora devido ao seu ácido cítrico, mas esclarece que seu uso direto na pele não é seguro. “Junto com esse ácido há outros componentes que podem causar queimaduras profundas e gerar exatamente o efeito contrário, manchando a pele”, explica. Não é recomendado aplicar o suco do limão nas axilas

Qual o melhor sabonete antibacteriano para axilas?

Top 10 Melhores Sabonetes Antibacterianos

Produtos Detalhes
Ação
1 GRANADO Sabonete Liquido Antisseptico Granado Antisséptica, antibacteriana e desodorante
2 PROTEX Sabonete Antibacteriano Protex Limpeza Profunda Antibacteriana
3 GRANADO Sabonete Barra Antisséptico Granado Sport Antisséptica e hidratante

O que fazer para acabar com a bromidrose?

A transpiração serve para regular a temperatura do corpo, indicar emoções, alterações hormonais e auxiliar no combate a infecções. As glândulas sudoríparas são as responsáveis pela produção do suor, estão espalhadas por toda a nossa pele e são divididas em dois tipos: écrinas e apócrinas.

As écrinas estão presentes em toda a superfície do corpo e a sua função é regular a temperatura. O suor produzido por elas praticamente não exala cheiro, pois é constituído basicamente por água e alguns sais que não se decompõem. As glândulas apócrinas estão presentes somente nas axilas, área genital, couro cabeludo e ao redor dos mamilos.

Seu suor, além da água e dos sais, também contém restos celulares e gordura. Em lugares que ficam húmidos por muito tempo, sem pegar luz e ventilação como nas axilas, virilhas e pés, pode haver a proliferação de bactérias e fungos que se alimentam do suor e seus componentes, decompondo-os.

  • As gorduras digeridas por esses microorganismos são transformadas em ácidos voláteis que causam o mau cheiro, uma inconveniência chamada “bromidrose”.
  • Popularmente conhecida como cê-cê (bromidrose axilar) ou chulé (bromidrose plantar), a bromidrose é um problema que afeta milhares de pessoas, causando desconforto e constrangimento.

Na verdade, todo mundo apresenta algum grau de odor nas axilas e nas virilhas, porém, algumas pessoas apresentam esses odores acima da média e tem dificuldade em controlá-los. As pessoas que sofrem de bromidrose apresentam um maior número de glândulas apócrinas e suas glândulas geralmente são maiores.

  • Homens e jovens pós-puberais fazem parte do grupo de maior incidência de bromidrose devido a fatores genéticos.
  • Mas, além dos fatores genéticos, outras condições podem contribuir para o mau cheiro, como o tipo e quantidade de bactérias presentes na pele, má higiene pessoal ou das roupas, obesidade, diabetes, cigarro, micoses, alguns antibióticos, ingestão excessiva de álcool e de alguns alimentos como curry e alho, por exemplo.

Existem diversos tratamentos para a bromidrose, desde produtos de uso tópico a cirurgias para a retiradas das glândulas sudoríparas. Se você sofre com os odores excessivos da transpiração, recomendamos visitar um dermatologista, pois ele poderá receitar o melhor tratamento para o seu caso.

Nós aqui na Dermus temos todo um arsenal de combate à bromidrose, como sabonetes, talcos, loções e desodorantes manipulados que impedem a proliferação das bactérias e evitam o suor excessivo. Enquanto o dia da consulta com o dermato não chega, aproveite as dicas que a Dermus preparou para ajudá-los a combater o problema: 1 – Tome banho com sabonete antisséptico; 2 – Após o banho, seque bem a pele.

Você pode usar um secador de cabelos em temperatura morna para eliminar os resquícios de humidade das axilas e entre os dedos dos pés; 3 – Evite usar roupas feitas com materiais sintéticos como náilon ou poliéster. Prefira fibras naturais como algodão, que respiram melhor (também vale para sutiãs e meias); 4 – Troque de roupas todos os dias e procure lavá-las com produtos que ajudem a eliminar os odores (há produtos especiais com esta finalidade, geralmente encontram-se em supermercados junto aos sabões em pó e amaciantes); 5 – Dê preferência a calçados abertos.

  • Ao chegar em casa, deixe seus calçados em um lugar arejado, de preferência onde possa pegar sol.
  • Se possível, tenha mais de um par de calçados para revezar o uso; 6 – Procure fazer uma “manutenção rápida” em algum momento ao longo do dia (ao meio dia ou no meio da tarde, por exemplo), lavando somente as axilas com sabonete antisséptico em uma pia de banheiro.

Para isso, tenha sempre o seu sabonete antisséptico e a sua toalha na bolsa ou mochila; 7 – Trate problemas na pele que possam estar contribuindo com o mau cheiro, como as micoses, por exemplo.8 – Procure evitar o consumo excessivo de álcool e de comidas muito condimentadas; 9 – Procure orientação com o farmacêutico sobre uma formulação de desodorante ou antitranspirante ideal para você. Ao navegar por nosso site, você expressamente outorga seu consentimento para tratamento dos dados pessoais que nos informa, nos termos da nossa política de privacidade. para botão “aceitar todos”, Aceito, Manage consent

Qual é a forma certa de lavar as axilas?

Como lavar as axilas da forma correta? Especialista viraliza no TikTok ensinado a forma certa Ninguém suporta aquele odor característico das axilas após uma academia ou corrida. Uma especialista, entretanto, está viralizando no TikTok ao afirmar que este cheiro pode ser, em grande parte, porque a pessoa não está lavando a região da maneira correta.

  • Chamada de “madame Sweat”, a especialista em higiene disse que lavar as axilas apenas com um sabonete normal não é suficiente e garante que após o banho no final do dia, você ainda estará usando o desodorante do dia anterior.
  • A região precisa ser ensaboada por 30 segundos e o sabão precisa ser antibacteriano com ingredientes selecionados, como: vinagre de maçã, sal e carvão.

Se você tem pelo debaixo do braço então definitivamente precisa entrar lá e gastar um tempo ensaboando a região”, disse. Segundo a especialista, sabonete normal funciona muito bem para outras partes do corpo, porém, para a região que tem hormônios atuando, para evitar o odor corporal, é melhor usar sabonete antibacteriano.