Amar O Próximo Como A Ti Mesmo?

O que a Bíblia fala sobre amar o próximo como a ti mesmo?

O Salvador respondeu: ‘Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo’. Seremos capazes de fazer isso?

O que quer dizer Mateus 22 37?

O significado disso é que o amarás com todas as tuas capacidades ou poderes. Tu o amarás supremamente, mais do que a todos os outros seres e coisas, e com todo o ardor possível.

Qual o próximo como a ti mesmo?

Amar o próximo como a ti mesmo significa reconhecer em outros a mesma dignidade que há em sua própria vida; significa oferecer ao outro o mesmo cuidado e consideração que você dedica a si mesmo. Em seu ministério terreno, o Senhor Jesus deu grande importância à questão do amor ao próximo.

Qual é a importância do amor ao próximo?

Mostre compreensão e compaixão – Partindo desse mesmo princípio, uma forma de amar o próximo é compreendendo o momento pelo qual ele está passando. Mude a sua forma de pensar e deixe de lado pré-julgamentos. Nem sempre uma pessoa está passando por uma determinada situação porque quer. Às vezes, pode ser falta de opção e de oportunidades.

O que é amar a si mesmo?

O que é amor-próprio? – Amor-próprio é o apreço nutrido por si mesmo. É a aceitação das qualidades, defeitos, conquistas, fracassos, escolhas e experiências de vida em sua plenitude. Quem se ama compreende que é imperfeito e pode errar, além de estar disposto a melhorar sem interferência do orgulho.

O que está escrito em Efésios 5 33?

31 Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá à sua mulher; e serão os dois a uma só carne.32 Grande é esse a mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja.33 Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher a reverencie o marido.

O que está escrito em Deuteronômio 6-5?

5 a Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu b coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu c poder.6 E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; 7 E as a ensinarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.

Como Deus mostra que nos ama?

Deus me ama? “Deus me ama?”, Atração por Pessoas do Mesmo Sexo: Pessoas, 2020 “Deus me ama?”, Atração por Pessoas do Mesmo Sexo: Pessoas O presidente Dieter F. Uchtdorf descreveu o amor de Deus: “Deus não Se importa com a aparência exterior. Acredito que para Ele não importa nem um pouco se moramos em um castelo ou em uma choupana, se somos atraentes ou desajeitados, se somos famosos ou desconhecidos.

Embora sejamos incompletos, Deus nos ama completamente. Embora sejamos imperfeitos, Ele nos ama perfeitamente. Embora nos sintamos perdidos e sem rumo, o amor de Deus nos envolve totalmente. Ele nos ama porque está repleto de um amor infinito, santo, puro e indescritível. Somos importantes para Deus não por causa de nosso currículo profissional, mas por sermos Seus filhos.

Ele ama todos nós” (” O amor de Deus “, A Liahona, novembro de 2009, pp.22–23). Deus ama todos nós. Ele ama as pessoas de diferentes religiões e as pessoas que não têm religião. Ele ama as pessoas que sofrem. Ele ama os ricos e os pobres. Ele ama as pessoas de todas as raças e culturas, os casados e os solteiros, e as pessoas que têm atração por pessoas do mesmo sexo ou que afirmam ser gays, lésbicas ou bissexuais.

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” ().Nada demonstra mais plenamente a profundidade e o alcance do amor de Deus do que Sua disposição para sacrificar Seu Filho para que nós, Seus filhos, pudéssemos vencer a morte e ter vida eterna.Nada expressa melhor o amor de Jesus Cristo do que Sua disposição para oferecer Sua vida para expiar os pecados da humanidade, para compensar todo sofrimento e toda injustiça, e para quebrar as cadeias da morte para todos (ver ).

: Deus me ama?

O que é o amor para Jesus?

O amor é um dos sentimentos mais poderosos que existe. Ele pode transformar vidas, tanto a de quem ama quanto as de quem são amadas. A importância desse sentimento está presente na Bíblia constantemente. Uma dessas passagens está em Primeira Coríntios, capítulo 13, do versículo 4 ao 7: “O amor é paciente, o amor é bondoso. Não só a palavra, como as ações de Jesus são um grande exemplo para todos, cristãos e não cristãos. Amar como Jesus amou é extremamente nobre, é amar sem olhar a quem, criar empatia e entender o outro com as necessidades físicas e afetivas. Você também quer mudar vidas e exercer o amor de Cristo todos os dias? Exercitar o amor ao próximo é a melhor forma de fazer isso. Saiba como!

Como amar a Deus e ao próximo?

Amar a Deus, amar ao próximo “Amar a Deus, amar ao próximo”, Força dos Jovens: Um Guia para Fazer Escolhas, 2022 “Amar a Deus, amar ao próximo”, Força dos Jovens ícone de pessoas prestando serviço Para ajudá-lo a fazer boas escolhas, Deus dá mandamentos. Ele faz isso porque ama você. E a melhor razão para obedecer aos mandamentos de Deus é que você O ama. O amor é o coração dos mandamentos de Deus. Um rapaz ajudando uma mulher mais velha em uma cadeira de rodas a atravessar a rua. Deus ama você. Ele é seu Pai. Seu perfeito amor pode inspirá-lo a amá-Lo. Quando seu amor pelo Pai Celestial é a influência mais importante em sua vida, muitas decisões se tornam mais fáceis.

  • Os dois grandes mandamentos, ensinou Jesus, são amar a Deus e amar ao próximo.
  • E quem é o seu próximo? Todas as pessoas! Todas as outras coisas ensinadas nas escrituras e pelos profetas estão relacionadas a esses dois mandamentos.
  • Todas as pessoas são seus irmãos e irmãs — incluindo, evidentemente, pessoas que são diferentes de você ou discordam de você.

O Pai Celestial deseja que Seus filhos amem uns aos outros. Quando você serve a Seus filhos, está servindo a Deus. Demonstre amor por Deus ao guardar Seus mandamentos. Por exemplo, ao santificar o Dia do Senhor, inclusive se preparando fielmente e tomando o sacramento, você mostra a Deus que está disposto a dedicar um dia por semana a Ele.

Ao jejuar e pagar dízimos e ofertas, você mostra a Deus que Sua obra é mais importante para você do que as coisas materiais. Quando usa os nomes de Deus e de Cristo com reverência, nunca de maneira vã ou casual, mostra sua gratidão por tudo o que Eles fizeram por você. Trate todos como filho ou filha de Deus.

Como discípulo de Jesus Cristo, você pode ser um exemplo ao tratar pessoas de todas as raças e religiões e de quaisquer outros grupos com amor, respeito e inclusão — especialmente aqueles que às vezes são vítimas de palavras e ações ofensivas. Estenda a mão àqueles que se sentem solitários, isolados ou indefesos. Dois rapazes de camisa social e gravata. Certifique-se de que sua linguagem reflita o amor a Deus e ao próximo — seja pessoal ou virtualmente. Diga coisas que sejam edificantes — nada que possa causar desunião, ser doloroso ou ofensivo, mesmo que seja uma piada.

Suas palavras podem ser poderosas. Deixe que elas sejam poderosas para o bem. Amar todos os filhos de Deus começa em casa. Faça sua parte para tornar seu lar um lugar onde todos possam sentir o amor do Salvador. Seu relacionamento com Deus se aprofundará à medida que você expressar seu amor obedecendo a Seus mandamentos e guardando seus convênios com Ele.

Seu relacionamento com outras pessoas se aprofundará ao expressar seu amor por meio do serviço cristão. Você encontrará alegria ao tornar o mundo um lugar mais amoroso. ícone perguntas e respostas Como posso sentir o amor de Deus? O amor do Pai Celestial está sempre disponível.

  1. Converse com Ele com frequência por meio da oração.
  2. Compartilhe seus sentimentos com Ele e ouça as impressões Dele.
  3. Leia Suas palavras nas sagradas escrituras.
  4. Pense em tudo o que Ele fez por você.
  5. Passe um tempo em lugares e atividades em que Seu Espírito esteja presente.
  6. O Senhor espera que eu ame a todos, mesmo aqueles que me tratam mal? O Senhor espera que você ame seus inimigos e ore por aqueles que o maltratam.

No entanto, isso não significa que você deve permanecer em uma situação que lhe cause danos emocionais, físicos ou espirituais. Estabeleça limites saudáveis para manter-se seguro. Se você está sofrendo bullying ou abuso — ou se sabe que isso está acontecendo com outra pessoa — converse com um adulto de sua confiança.

  1. Quando e como devo conhecer membros do sexo oposto? A melhor maneira de conhecer as pessoas é por meio da amizade genuína.
  2. Enquanto você é jovem, edifique boas amizades com muitas pessoas.
  3. Em algumas culturas, os jovens conhecem membros do sexo oposto por meio de atividades salutares em grupo.
  4. Para seu desenvolvimento emocional e espiritual e segurança, as atividades individuais devem ser adiadas até que você esteja maduro — 16 anos é uma boa diretriz.

Aconselhe-se com seus pais e líderes. Deixe os relacionamentos amorosos para quando for mais velho. Passe um tempo com aqueles que o ajudam a cumprir seus compromissos com Jesus Cristo. O que posso fazer caso meu lar não seja um lugar de amor? Seu Salvador conhece sua situação, e Ele o ama.

  • Você segue os ensinamentos da Igreja de Jesus Cristo em seu comportamento privado e público com os membros de sua família e com outras pessoas?
  • Você se esforça para santificar o Dia do Senhor, tanto em casa quanto na igreja, assiste às reuniões da Igreja, prepara-se para o sacramento e o toma dignamente, e vive em harmonia com as leis e os mandamentos do evangelho?
  • Você é dizimista integral?

Como é expressado o verdadeiro amor?

Amor: A Essência do Evangelho

  • Meus amados irmãos e irmãs, quando nosso Salvador ministrou entre os homens, um doutor da lei perguntou: “Mestre, qual é o grande mandamento na lei?”
  • Lemos em Mateus que Jesus respondeu:
  • “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.
  • Este é o primeiro e grande mandamento.
  • E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”.
  • Marcos conclui o relato com uma declaração do Salvador: “Não há outro mandamento maior do que estes”.

Não podemos amar verdadeiramente a Deus se não amarmos nossos companheiros de viagem nesta jornada da mortalidade. Da mesma forma, não podemos amar plenamente nossos semelhantes se não amarmos a Deus, o Pai de todos nós. O Apóstolo João disse: “E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão”.

  • Somos todos filhos espirituais de nosso Pai Celestial e, portanto, irmãos e irmãs.
  • Se tivermos isso em mente, será mais fácil amar todos os filhos de Deus.
  • Na verdade, o amor é a própria essência do evangelho, e Jesus Cristo é nosso Exemplo.
  • Sua vida foi um legado de amor.
  • Ele curou os enfermos, ergueu os debilitados e salvou os pecadores.

No final, a multidão enraivecida tirou-Lhe a vida. Mas da colina do Gólgota ressoam estas palavras: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” — a maior expressão de compaixão e amor proferida na mortalidade. Há muitos atributos que são manifestações do amor, como a bondade, a paciência, a abnegação, a compreensão e o perdão.

Em todas as nossas interações com as pessoas, esses e outros atributos ajudam a evidenciar o amor que temos no coração. Geralmente nosso amor se manifesta nas interações cotidianas com outras pessoas. Extremamente importante será nossa capacidade de reconhecer as necessidades de alguém e, então, atendê-las.

You might be interested:  Como Fazer Caldo De Mandioca?

Sempre gostei muito do sentimento expresso neste breve poema:

  1. Muitas vezes, à noite, chorei
  2. Pela falta de visão,
  3. Negligenciei as necessidades de um irmão.
  4. Porém, sei que jamais
  5. O menor remorso senti
  6. Por ser bondoso demais.

Fiquei sabendo recentemente de um tocante exemplo de bondade amorosa, que teve resultados inesperados. Era o ano de 1933, quando as oportunidades de emprego eram escassas devido à Grande Depressão. O local era a região leste dos Estados Unidos. Arlene Biesecker tinha acabado de se formar no Ensino Médio.

  1. Depois de uma longa procura de emprego, finalmente conseguiu trabalho numa fábrica de roupas, como costureira.
  2. As operárias somente eram pagas pelas peças perfeitas e completas que terminavam de costurar a cada dia.
  3. Quanto mais produziam, mais recebiam.
  4. Certo dia, pouco depois de começar a trabalhar na fábrica, Arlene se viu diante de um procedimento que a deixou perplexa e frustrada.

Sentou-se à sua máquina de costura tentando desfazer os pontos da peça em que estivera trabalhando, sem conseguir terminá-la corretamente. Não parecia haver ninguém para ajudá-la, porque todas as outras costureiras estavam apressadas em terminar o máximo de peças que conseguissem.

  • Arlene se sentiu desamparada e abandonada.
  • Em silêncio, começou a chorar.
  • Em frente de Arlene, sentava-se Bernice Rock.
  • Ela era uma costureira mais velha e experiente.
  • Ao ver o desespero de Arlene, Bernice largou seu próprio trabalho e foi até ao lado de Arlene e bondosamente lhe deu instruções e ajuda.

Ficou com ela, até Arlene adquirir confiança e conseguir terminar sua peça com sucesso. Bernice, então, voltou para sua própria máquina, tendo perdido a oportunidade de completar o máximo de peças que poderia ter costurado, se não tivesse ajudado. Com aquele ato de bondade, Bernice e Arlene se tornaram amigas por toda a vida.

  1. Cada uma delas se casou e teve filhos.
  2. Em algum momento da década de 1950, Bernice, que era membro da Igreja, deu a Arlene e à família dela um exemplar do Livro de Mórmon.
  3. Em 1960, Arlene, seu marido e seus filhos foram batizados, tornando-se membros da Igreja.
  4. Mais tarde, eles foram selados em um templo sagrado de Deus.

Devido à compaixão demonstrada por Bernice, ao se dispor a ajudar uma desconhecida que estava aflita e precisava de ajuda, inúmeras pessoas, tanto vivas quanto falecidas, hoje desfrutam das ordenanças de salvação proporcionadas pelo evangelho. Todos os dias de nossa vida, temos oportunidades de demonstrar amor e bondade às pessoas a nosso redor.

O Presidente Spencer W. Kimball disse: “Precisamos lembrar que os seres mortais que encontramos nos estacionamentos, escritórios, elevadores e em outros lugares fazem parte da humanidade que Deus nos deu para amar e servir. Pouco nos vale falar da irmandade geral da humanidade, se não considerarmos que as pessoas a nosso redor são nossos irmãos e irmãs”.

Com frequência, nossas oportunidades de demonstrar amor surgem inesperadamente. Um exemplo dessas oportunidades apareceu num artigo de jornal de outubro de 1981. Fiquei tão impressionado com o amor e a compaixão relatados no artigo que guardei o recorte em meus arquivos por mais de 30 anos.

  1. O artigo dizia que um voo sem escalas da Alaska Airlines, que ia de Anchorage, Alasca, para Seattle, Washington — levando 150 passageiros — foi desviado para uma remota cidadezinha do Alasca a fim de transportar uma criança severamente ferida.
  2. Um menino de dois anos tinha seccionado uma artéria do braço ao cair sobre um caco de vidro enquanto brincava perto de sua casa.

A cidade ficava a mais de 700 quilômetros ao sul de Anchorage e, sem dúvida, não estava na rota do voo. Contudo, os paramédicos locais haviam enviado um desesperado pedido de ajuda, e por isso o voo tinha sido desviado para pegar a criança e levá-la a Seattle, onde poderia ser tratada num hospital.

  1. Quando o voo aterrissou perto daquela remota cidade, os paramédicos informaram ao piloto que o menino sangrava tanto que não conseguiria sobreviver a um voo até Seattle.
  2. Foi tomada a decisão de voar mais 320 quilômetros para fora da rota, até Juneau, Alasca, a cidade mais próxima em que havia um hospital.

Depois de transportar o menino até Juneau, o voo prosseguiu para Seattle, com muitas horas de atraso. Nenhum dos passageiros reclamou, embora a maioria deles tivesse perdido compromissos e conexões de voo. Na verdade, à medida que os minutos e horas se passavam, eles fizeram uma coleta e juntaram um valor considerável para doar ao menino e a sua família.

  • Quando o voo estava prestes a aterrissar em Seattle, os passageiros romperam em aplausos quando o piloto anunciou ter recebido notícias pelo rádio de que o menino ficaria bem.
  • Vieram-me à mente as palavras das escrituras: “A caridade é o puro amor de Cristo e () para todos os que a possuírem, no último dia tudo estará bem”.

Irmãos e irmãs, algumas das maiores oportunidades de demonstrar nosso amor surgirão dentro de nosso próprio lar. O amor deve estar no próprio cerne da vida em família, porém às vezes não está. Pode haver muita impaciência, muitas discussões, muitas brigas, muitas lágrimas.

  1. O Presidente Gordon B.
  2. Hinckley lamentou: “Por que as que amamos com muita frequência são alvo de nossas palavras ríspidas? Por que às vezes falamos com a intenção de ferir, causando tanta mágoa?” A resposta para essas perguntas pode ser diferente para cada um de nós, mas no fundo os motivos não importam.

Se quisermos guardar o mandamento de amarmos uns aos outros, precisamos tratar uns aos outros com bondade e respeito. Evidentemente há momentos em que a disciplina se faz necessária. Lembremos, contudo, o conselho dado em Doutrina e Convênios — ou seja, se nos for necessário repreender uns aos outros, que demonstremos um amor ainda maior depois.

  • Espero que nos esforcemos sempre para ter consideração e tato em relação aos pensamentos, sentimentos e circunstâncias das pessoas a nosso redor.
  • Não menosprezemos nem desprezemos.
  • Em vez disso, sejamos compassivos e encorajadores.
  • Precisamos tomar cuidado para não destruir a confiança da outra pessoa por meio de palavras ou ações impensadas.

O perdão deve andar de mãos dadas com o amor. Em nossa família, bem como em meio a nossos amigos, pode haver ressentimentos e discórdias. Novamente, não importa realmente o quanto seja pequeno o problema. Não podemos e não devemos deixar que ele se infiltre, se espalhe e que acabe causando destruição.

Condenar o outro faz com que as feridas permaneçam abertas. Somente o perdão cura. Uma amável senhora, que já faleceu, conversou comigo certa vez e inesperadamente me contou alguns remorsos que tinha. Falou de um incidente ocorrido havia muitos anos, envolvendo um fazendeiro vizinho, que já tinha sido um bom amigo, mas com quem ela e o marido discordaram em diversas ocasiões.

Certo dia, o fazendeiro perguntou se poderia tomar um atalho atravessando a propriedade dela para chegar às terras dele. Naquele ponto, ela fez uma pausa no relato e, com um tremor na voz, disse: “Irmão Monson, não permiti que ele cruzasse nossa propriedade naquela ocasião nem nunca, mas fiz com que ele desse toda a volta a pé, até chegar à propriedade dele.

Eu errei, e tenho remorso disso. Ele já faleceu, mas, oh, como eu agora gostaria de dizer a ele: ‘Perdoe-me’. Como eu gostaria de ter uma segunda chance de ser bondosa”. Ao escutar o relato dela, veio-me à mente a triste observação de John Greenleaf Whittier: “De tudo aquilo que já foi dito e escrito, o mais triste foi: ‘ Poderia ter sido ‘”.

Irmãos e irmãs, se tratarmos uns aos outros com amor e bondosa consideração, evitaremos esses remorsos. O amor é expresso de muitas formas reconhecíveis: um sorriso, um aceno, um comentário bondoso, um cumprimento. Outras expressões podem ser mais sutis, como demonstrar interesse pelas atividades da outra pessoa, ensinar um princípio com bondade e paciência, conversar com alguém que está doente ou sem poder sair de casa.

  1. Essas palavras e ações, e muitas outras, podem comunicar o amor.
  2. Dale Carnegie, um conhecido escritor e palestrante americano, acreditava que toda pessoa tem dentro de si “o poder de aumentar a soma total de felicidade no mundo () dirigindo algumas palavras de sincero apreço para alguém solitário ou desanimado”.

Ele disse: “Talvez vocês esqueçam amanhã as palavras bondosas que disseram, mas quem as recebeu talvez as considere preciosas por toda a vida”. Comecemos agora, hoje mesmo, a expressar amor a todos os filhos de Deus, sejam eles nossos familiares, nossos amigos, meros conhecidos ou completos desconhecidos.

  1. Ao levantar-nos a cada manhã, decidamos agir com amor e bondade em relação a tudo o que nos ocorrer.
  2. Algo que está além de nossa compreensão, meus irmãos e minhas irmãs, é o amor que Deus tem por nós.
  3. Por causa desse amor, Ele enviou Seu Filho, que nos amou tanto a ponto de dar a vida por nós, para que tenhamos a vida eterna.

Ao compreendermos essa incomparável dádiva, nosso coração se encherá de amor por nosso Pai Eterno, por nosso Salvador e por toda a humanidade. Que façamos isso, é minha sincera oração, no sagrado nome de Jesus Cristo. Amém. : Amor: A Essência do Evangelho

Quem ama a sua esposa ama a si mesmo?

Os sete ‘como’ de Deus | O TEMPO “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.” Efésios 5:22-25 O homem, desde a sua criação, precisa do direcionamento de Deus para que sua vida seja bem-sucedida.

E o Senhor traz conselhos para todos. Na carta do apóstolo Paulo aos Efésios, a orientação é que as mulheres sejam submissas porque o marido é o cabeça da mulher, assim como Cristo é a cabeça da Igreja. Mas, por outro lado, os maridos também precisam amar suas mulheres, como Cristo amou a Igreja. Deus não orienta assim para humilhar as mulheres, mas para que tenham um casamento feliz.

Além disso, a Bíblia ensina que todos os crentes devem se submeter uns aos outros, em amor. Atualmente, num mundo globalizado, onde se vê cada vez mais a inversão de valores, Deus dá-nos muitos avisos para nos livrar dos perigos ao longo do percurso, bem como para endireitar nossas veredas.

Assim como Deus orienta que as mulheres devem ser submissas, também orienta aos maridos amar suas mulheres, como ao seu próprio corpo. Em Efésios 5.28, vemos que “quem ama a esposa, a si mesmo se ama.” Assim, quando o homem ama, zela e cuida da sua esposa, está amando, zelando e cuidando de si mesmo.

Se os maridos não amarem a si mesmos, será muito difícil amar suas esposas com intensidade. O homem foi escolhido por Deus para ser um vaso de bênçãos para sua esposa. O homem que leva a sério o seu papel no plano divino para a família também nunca despreza o relacionamento de sua esposa com Jesus.

Antes, valoriza-o. Além do sustento material, é dever do homem tratar sua esposa com carinho, delicadeza e consideração, respeitando sempre seus sentimentos. Ou seja, é seu dever cuidar do lado emocional da sua companheira. No entanto, em primeiro lugar deve vir o zelo do marido pelas necessidades espirituais de sua esposa.

É sua obrigação cuidar da santificação dela, através do seu relacionamento com Cristo. De acordo com a Bíblia, o casamento não é um contrato social entre duas pessoas. Ela o considera um mistério, conforme Efésios 5.31-32. Aqui, Paulo está dizendo que todo casamento cristão é um reflexo da relação entre Cristo e sua Igreja.

Que o Senhor nos abençoe. Pr. Jorge Linhares www.getsemani.com.br Twitter: @_JorgeLinhares LEIA MAIS Saiba mais sobre este assunto no livro “Os Sete ‘Como’ de Deus”. Pedidos: (31) 3491-2266, [email protected] ou www.getsemani.com.br. EVANGELIZAR KIDS A Aliança Educacional vai promover, no dia 9 de abril, o Congresso Evangelizar Kids 2016 – Treinamento e intercâmbio de líderes e de professores de crianças.

Será na Oitava Igreja Batista Presbiteriana de BH, das 8h30 às 17h30. Palestrantes: Claudio Silveira; pr. Beto; pr. Bruno Barroso; Tio Uli e Tia Aninha. Investimento: R$ 50 (até hoje) e R$ 60 (a partir de 11/3). Informações e inscrições: www.aliancaeducacional.org.br, (31) 4101-7200 e 2127-4036 (das 8h30 às 17h30).

  1. DOM LUIZ GONZAGA Neste sábado (12), às 17h, acontece a missa de despedida do bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom Luiz Gonzaga Fechio.
  2. A celebração será na Casa da Gospa Mira, localizada à rua Matias Aires, 96, bairro Santa Maria, na região Oeste da capital.Dom Luiz foi nomeado pelo papa Francisco como novo bispo da Diocese de Amparo, cidade do interior de São Paulo.
You might be interested:  Olho De Peixe No Pé Como Tirar?

: Os sete ‘como’ de Deus | O TEMPO

Como devemos tratar uns aos outros?

Princípios de Educação – como tratar o próximo Quando pequenos aprendemos que para conviver em grupo nem sempre as coisas irão acontecer conforme nossas pretensões. Aos poucos, no relacionamento com nossa família, vamos descobrindo que algumas atitudes não são bem aceitas pelas pessoas e criamos as primeiras regras de convivência.

  1. Porém, com o passar do tempo, vamos perdendo o hábito de sermos gentis com o próximo.
  2. Devido à correria do dia-a-dia, as pessoas encontram-se estressadas, sem tempo para se divertir e aliviar suas tensões, pensando que tem o direito de maltratar os outros, falar de qualquer jeito, implicar ou tratar com desdém.

Essas atitudes fazem com que as pessoas se afastem umas das outras, pois ninguém gosta de ser tratado com rispidez e desvalorização. Algumas palavras expressam delicadeza e educação na forma em que tratamos os outros. Em contrapartida, há outras que demonstram falta de consideração e desrespeito. Pensar no outro é uma forma de ser educado Existem regras básicas de como devemos nos tratar para conseguirmos manter um relacionamento agradável com todos. Desejar bom dia, boa tarde e boa noite com um sorriso no rosto; não falar mal das pessoas; se dirigir ao próximo sem usar palavras ríspidas e grotescas; manter atitudes de delicadeza; usas as palavras mágicas – por favor, com licença, obrigada; perguntar se está tudo bem; mostrar interesse pelas coisas do outro; ouvir com atenção o que o outro quer dizer; não falar por cima da fala do outro, mas um de cada vez; ceder a cadeira que você está sentado para as pessoas mais velhas, etc.

  • É bom lembrar que as pessoas não são iguais e que as diferenças servem para enriquecer a vida, para trazer experiências de convivência que nos acrescentam valores éticos e morais, desde que sejam vistas dessa forma.
  • Olhar para o outro de forma crítica, não aceitando e respeitando seu jeito de ser pode fazer com que acreditemos que tudo deva acontecer de acordo com nossas vontades.

Na verdade o que o outro tem que mais nos incomoda é aquilo que gostaríamos de ter ou ser igual e, como não conseguimos, criamos resistência em aceitar que o outro alcance. Não afronte o outro, mas resista à sua própria capacidade de não aceitá-lo. Esse exercício o levará a conquistar novos sentimentos em relação às pessoas de sua convivência, além de fazer com que você cresça como pessoa e seja bem visto e bem querido por todos.

Quando a gente ajuda o próximo?

Por que é importante ajudar os outros? Ajudar ao próximo nos torna mais felizes e saudáveis. Quando ajudamos alguém, conhecido ou não, ficamos conectados ao mundo, contribuindo para uma sociedade mais justa e igualitária. E não é só com dinheiro que podemos ajudar, podemos doar nosso tempo, idéia e energia, se quer se sentir bem, faça o bem! Fazer coisas pelos outros – tanto faz se pequenas, não planejadas ou no caso de voluntariar-se regularmente – é uma maneira poderosa de reforçar nossa própria felicidade e a dos outros ao redor! Estudos científicos mostram que ajudar os outros impulsiona a felicidade,

  • Aumenta os níveis de satisfação, proporciona senso de sentido, aumenta nossa sensação de competência, melhora nosso humor e reduz o estresse.
  • Pode ajudar a retirar nossas mentes da fixação em nossos problemas também,
  • Benefícios de ajudar os outros 1.
  • Ajudar os outros aumenta a felicidade Mesmo que já há muito tempo se assume que doar também leva a uma maior felicidade, só recentemente isso foi comprovado cientificamente.

Por exemplo, quando participantes de um estudo realizaram cinco novos atos de gentileza por um dia a cada semana, durante um período de seis semanas (mesmo que cada ato tenha sido pequeno) eles experimentaram um aumento em bem-estar, comparado com o grupo de controle,2.

  • Ao doar nos sentimos bem Doar literalmente nos faz sentir bem.
  • Em um estudo envolvendo 1.700 mulheres voluntárias, cientistas descreveram a experiência de uma “intoxicação solidária”, que era um sentimento de euforia, seguido de um período maior de calma, experimentado por vários dos voluntários depois do ato de ajudar.

Essas sensações resultam da liberação de endorfina, e são seguidas por um período maior de melhoria do bem-estar e senso de autovalorização, sentimentos que por sua vez reduzem o estresse e melhoram a saúde daqueles que ajudam,3. Doar faz bem a você Ajudar os outros têm uma relação causal mais forte com saúde mental do que receber ajuda.

  1. Estudos mostram que voluntários tem menos sintomas de depressão e ansiedade, e eles se sentem mais esperançosos.
  2. Está também relacionado a sentir-se bem consigo mesmo.
  3. Também pode servir para distrair as pessoas do hábito de ficar remoendo os próprios problemas para que se sintam gratos por aquilo que tem,

Voluntariar-se também está relacionado com bem-estar psicológico,

VEJA ALGUMAS SUGESTÕES: E se você ainda não teve a oportunidade de realizar algum tipo de doação, entenda que qualquer coisa que você não precise tanto, pode servir para outra pessoa, como por exemplo: Doação de leite materno Algumas mães biológicas não possuem leite suficiente para alimentar seus bebês, com isso, elas saem em busca das “mães de leite” para que o seu filho não fique sem o alimento que é fundamental para o seu crescimento e desenvolvimento. Doação de sangue

Infelizmente algumas pessoas passam por problemas de saúde onde somente uma doação de sangue poderá salvar suas vidas. Se você pode ser um doador, busque informações do banco de sangue da sua cidade e faça essa generosidade, ajude a salvar uma vida. Você vai ver o quanto é gratificante e emocionante poder ajudar alguém dessa forma.

  1. Doação de cabelo Muitas vezes, algumas pessoas que fazem tratamento em combate ao câncer, perdem seus cabelos durante o tratamento com a quimioterapia, com isso, novos problemas podem surgir, como a depressão e a tristeza profunda, afinal, a autoestima é totalmente devastada.
  2. A doação de cabelo serve para trazer essa alegria de volta através de perucas.

Já pensou, poder ter um visual novo e ainda tirar um sorriso do rosto de um paciente que luta contra o câncer? Isso com certeza poderá ser uma experiência INCRÍVEL! Veja essa matéria sobre a doação de cabelos para o Hospital Amaral Carvalho de Jaú: Doação de roupas e sapatos Em determinadas estações do ano, como o inverno, existe uma força tarefa em diversas cidades para que agasalhos, roupas e sapatos sejam doados a pessoas carentes.

  • O frio traz desconforto, adoece as pessoas e pode até matar.
  • Procure aquele agasalho mais antigo que não te serve mais, desocupe seu armário, renove o seu visual e ajude uma pessoa carente.
  • Com certeza você fará a diferença com essa atitude! Doação de alimento e medicamentos para pessoas e animais Outra forma de ajudar pessoas e alguns dos animais que mais precisam da ajuda do homem, é doando alimento e medicamentos.

As pessoas que precisam desse tipo de ajuda, geralmente são aquelas que vivem nas ruas, não possuem empregos e vivem de caridade, o mesmo acontece com os animais, muitas vezes são abandonados por terem alguma doença, ou simplesmente fogem de suas casas e não conseguem retornar.

  • Mas, ONGS ainda conseguem resgatar alguns deles e pedem para que alimentos e medicamentos sejam doados.
  • Por isso, aconselho você a pensar no próximo e a ajudar sempre que possível.
  • Ajude com o que puder.
  • Fazer o bem ao próximo pode ser benéfico tanto para quem recebe quanto para quem doa! Tenho um convite especial, nos ajude a conhecer o perfil do doador brasileiro, responda o questionário no link: Referências Post, S.G.

(2005). Altruism, Happiness, and Health: It’s Good to Be Good. International Journal of Behavioral Medicine, 12(2), 66-77. Midlarsky, E. (1991). Helping as coping. Prosocial Behavior: Review of Personality and Social Psychology, 12, 238-264 Lyubomirsky, S, Sheldon, K M, & Schkade, D.

  • 2005). Pursuing happiness: The architecture of sustainable change.
  • Review of General Psychology, 9(2), 111 – 131 Luks, A.A. (1988).
  • Helper’s high.
  • Psychology Today, 22(10), 39.
  • Lyubomirsky, S. (2008).
  • The How of Happiness.
  • NY: Penguin Piliavin, J., & Siegl, E. (2007).
  • Health Benefits of Volunteering in the Wisconsin Longitudinal Study.

Journal of Health & Social Behavior, 48(4), 450-464. : Por que é importante ajudar os outros?

O que diz em Mateus 10 34?

34 Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada ; 35 porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra.

O que diz em Provérbios 21 23?

1 Como ribeiros de águas, assim é o coração do rei na mão do Senhor ; a tudo quanto quer o inclina.2 Todo caminho do homem é reto aos seus olhos, mas o Senhor pondera os a corações,3 Praticar justiça e juízo é mais aceitável ao Senhor do que lhe oferecer a sacrifício,4 A altivez dos olhos, e o coração orgulhoso, e a a lavoura dos ímpios são pecado.5 Os pensamentos do diligente tendem só à abundância, porém os de todo apressado, tão somente à pobreza.6 Trabalhar para ajuntar tesouro com língua falsa é uma vaidade fugaz daqueles que buscam a morte.7 As rapinas dos ímpios os virão a destruir, porquanto recusam praticar a justiça.8 a O caminho do homem é todo perverso e estranho, porém a obra do puro é reta.9 Melhor é morar num canto do terraço do que na companhia de uma mulher contenciosa em casa.10 A alma do ímpio deseja o mal; o seu próximo não agrada aos seus olhos.11 Castigado o escarnecedor, o simples se torna sábio; e ensinado o sábio, ele recebe o conhecimento.12 O Justo considera a casa do ímpio, e transtorna os a ímpios para a ruína.13 O que tapa o seu ouvido ao clamor do a pobre, ele também clamará e não será ouvido.14 O presente que se dá em segredo abate a ira, e a dádiva em sigilo aplaca a grande indignação.15 O fazer justiça é alegria para o justo, mas terror para os que praticam a iniquidade.16 O homem que se a desvia do caminho do entendimento, na congregação dos mortos repousará.17 Necessidade padecerá o que ama os prazeres; o que ama o vinho e o azeite nunca enriquecerá.18 O resgate do justo é o ímpio; o do reto, o iníquo.19 Melhor é morar numa terra deserta do que com a mulher contenciosa e irascível.20 Tesouro desejável e azeite há na casa do sábio, mas o homem insensato os devora.21 O que segue a justiça e a benevolência achará a a vida, a justiça e a honra.22 À cidade dos fortes sobe o sábio, e derruba a força da sua a confiança,23 O que guarda a sua a boca e a sua língua, guarda das angústias a sua alma.24 O soberbo e presumido, zombador é seu nome; age com indignação e soberba.25 O desejo do a preguiçoso o mata, porque as suas mãos recusam trabalhar.26 Todo o dia ele a deseja coisas de cobiçar, mas o justo b dá, e nada retém.27 O sacrifício dos ímpios é abominação, quanto mais oferecendo-o com intenção maligna! 28 A testemunha mentirosa perecerá, porém o homem que ouve, com constância falará.29 O homem ímpio endurece o seu rosto, mas o reto considera o seu caminho.30 Não há sabedoria, nem inteligência, nem conselho contra o Senhor,31 Prepara-se o cavalo para o dia da batalha, porém do Senhor vem a vitória.

O que está escrito em Hebreus 13 4?

4 O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros.

Quem ama a sua esposa ama a si mesmo?

Os sete ‘como’ de Deus | O TEMPO “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor; Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.” Efésios 5:22-25 O homem, desde a sua criação, precisa do direcionamento de Deus para que sua vida seja bem-sucedida.

  1. E o Senhor traz conselhos para todos.
  2. Na carta do apóstolo Paulo aos Efésios, a orientação é que as mulheres sejam submissas porque o marido é o cabeça da mulher, assim como Cristo é a cabeça da Igreja.
  3. Mas, por outro lado, os maridos também precisam amar suas mulheres, como Cristo amou a Igreja.
  4. Deus não orienta assim para humilhar as mulheres, mas para que tenham um casamento feliz.
You might be interested:  Gordura No Figado Como Tratar?

Além disso, a Bíblia ensina que todos os crentes devem se submeter uns aos outros, em amor. Atualmente, num mundo globalizado, onde se vê cada vez mais a inversão de valores, Deus dá-nos muitos avisos para nos livrar dos perigos ao longo do percurso, bem como para endireitar nossas veredas.

Assim como Deus orienta que as mulheres devem ser submissas, também orienta aos maridos amar suas mulheres, como ao seu próprio corpo. Em Efésios 5.28, vemos que “quem ama a esposa, a si mesmo se ama.” Assim, quando o homem ama, zela e cuida da sua esposa, está amando, zelando e cuidando de si mesmo.

Se os maridos não amarem a si mesmos, será muito difícil amar suas esposas com intensidade. O homem foi escolhido por Deus para ser um vaso de bênçãos para sua esposa. O homem que leva a sério o seu papel no plano divino para a família também nunca despreza o relacionamento de sua esposa com Jesus.

  1. Antes, valoriza-o.
  2. Além do sustento material, é dever do homem tratar sua esposa com carinho, delicadeza e consideração, respeitando sempre seus sentimentos.
  3. Ou seja, é seu dever cuidar do lado emocional da sua companheira.
  4. No entanto, em primeiro lugar deve vir o zelo do marido pelas necessidades espirituais de sua esposa.

É sua obrigação cuidar da santificação dela, através do seu relacionamento com Cristo. De acordo com a Bíblia, o casamento não é um contrato social entre duas pessoas. Ela o considera um mistério, conforme Efésios 5.31-32. Aqui, Paulo está dizendo que todo casamento cristão é um reflexo da relação entre Cristo e sua Igreja.

Que o Senhor nos abençoe. Pr. Jorge Linhares www.getsemani.com.br Twitter: @_JorgeLinhares LEIA MAIS Saiba mais sobre este assunto no livro “Os Sete ‘Como’ de Deus”. Pedidos: (31) 3491-2266, [email protected] ou www.getsemani.com.br. EVANGELIZAR KIDS A Aliança Educacional vai promover, no dia 9 de abril, o Congresso Evangelizar Kids 2016 – Treinamento e intercâmbio de líderes e de professores de crianças.

Será na Oitava Igreja Batista Presbiteriana de BH, das 8h30 às 17h30. Palestrantes: Claudio Silveira; pr. Beto; pr. Bruno Barroso; Tio Uli e Tia Aninha. Investimento: R$ 50 (até hoje) e R$ 60 (a partir de 11/3). Informações e inscrições: www.aliancaeducacional.org.br, (31) 4101-7200 e 2127-4036 (das 8h30 às 17h30).

DOM LUIZ GONZAGA Neste sábado (12), às 17h, acontece a missa de despedida do bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom Luiz Gonzaga Fechio. A celebração será na Casa da Gospa Mira, localizada à rua Matias Aires, 96, bairro Santa Maria, na região Oeste da capital.Dom Luiz foi nomeado pelo papa Francisco como novo bispo da Diocese de Amparo, cidade do interior de São Paulo.

: Os sete ‘como’ de Deus | O TEMPO

O que está escrito em Levítico 19 28?

1 Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo: 2 Fala a toda a congregação dos filhos de Israel, e dize-lhes: a Santos sereis, porque Eu, o Senhor vosso Deus, sou santo.3 Cada um temerá sua mãe e seu pai, e guardará os meus a sábados, Eu sou o b Senhor vosso Deus.4 Não vos voltareis para os a ídolos, nem vos fareis deuses de fundição.

Eu sou o Senhor vosso Deus.5 E quando oferecerdes a sacrifício pacífico ao Senhor, da vossa própria vontade o b oferecereis,6 No dia em que o sacrificardes, e no dia seguinte, se comerá; mas o que sobejar ao terceiro dia será queimado com fogo.7 E se alguma coisa dele for comida ao terceiro dia, coisa abominável é; não será aceita.8 E qualquer que o comer levará a sua iniquidade, porquanto profanou a santidade do Senhor ; por isso tal alma será extirpada do seu povo.9 Quando também ceifardes a ceifa da vossa terra, o canto do teu campo não ceifarás totalmente, nem as espigas caídas colherás da tua ceifa.10 Semelhantemente não respigarás a tua vinha, nem colherás os bagos caídos da tua vinha; deixá-los-ás para o a pobre e para o estrangeiro.

Eu sou o Senhor vosso Deus.11 Não a furtareis, nem b mentireis, nem c usareis de falsidade cada um com o seu próximo; 12 Nem a jurareis b falsamente pelo meu nome, assim c profanando o nome do vosso Deus. Eu sou o Senhor,13 Não a oprimirás o teu próximo, nem o roubarás; a paga do jornaleiro não ficará contigo até a manhã.14 a Não amaldiçoarás o surdo, nem porás b tropeço diante do cego; mas temerás o teu Deus.

  1. Eu sou c o Senhor,15 Não fareis a injustiça no b juízo : não c favorecerás o pobre, nem honrarás o grande; com d justiça julgarás o teu próximo.16 Não andarás como a mexeriqueiro entre o teu povo; não te porás contra o sangue do teu próximo.
  2. Eu sou o Senhor,17 a Não odiarás teu irmão no teu coração; não deixarás de repreeender o teu próximo, e nele não consentirás pecado.18 Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas a amarás o teu próximo como a ti mesmo.

Eu sou o Senhor,19 Guardareis os meus estatutos; a não permitirás que se ajuntem os teus animais de diferente espécie; no teu campo não semearás semente de b duas espécies, e veste de dois tipos de tecido c misturados não vestireis.20 E quando um homem se a deitar com uma mulher que for serva desposada de um homem, e não for resgatada, nem se lhe houver dado liberdade, então b serão açoitados ; não morrerão, pois não foi libertada.21 E como sua oferta pela culpa, trará ao Senhor, à porta da tenda da congregação, um carneiro para oferta pela culpa, 22 E com o carneiro da oferta pela culpa, o sacerdote fará expiação por ele perante o Senhor, pelo seu pecado que pecou; e o seu pecado, que pecou, lhe será a perdoado,23 E quando tiverdes entrado na terra, e plantardes toda árvore de comer, ser-vos-á incircunciso o seu fruto; três anos vos será incircunciso; dele não se comerá.24 Porém, no quarto ano todo o seu fruto será santo para dar louvores ao Senhor,25 E no quinto ano comereis o seu fruto, para que vos faça crescer o seu produto.

Eu sou o Senhor vosso Deus.26 Não comereis coisa alguma com o a sangue ; b não c agourareis nem d adivinhareis,27 Não cortareis o cabelo, a arredondando os cantos da vossa cabeça, nem danificarás a ponta da tua barba.28 Pelos mortos não fareis a incisões na vossa b carne, nem fareis marca alguma sobre vós.

Eu sou o Senhor,29 Não contaminarás a tua filha, fazendo-a prostituir-se, para que a terra não se prostitua, nem se encha de maldade.30 Guardareis os meus a sábados, e o meu santuário b reverenciareis, Eu sou o Senhor,31 a Não vos voltareis para os b espíritos familiares e os encantadores; não os busqueis, contaminando-vos com eles.

  1. Eu sou o Senhor vosso Deus.32 a Levantar-te-ás diante das cãs, e b honrarás a face do velho; e temerás o teu Deus.
  2. Eu sou o Senhor,33 E quando o estrangeiro peregrinar contigo na vossa terra, não o oprimireis.34 a Como um natural entre vós será o b estrangeiro que peregrina convosco; c amá-lo-ás como a ti mesmo, pois estrangeiros fostes na terra do Egito.

Eu sou o Senhor vosso Deus.35 Não cometereis injustiça no juízo, nem na a vara, nem no peso, nem na medida.36 a Balanças justas, pesos justos, efa justo, e justo b him tereis. Eu sou o Senhor vosso Deus, que vos tirei da terra do Egito.37 Pelo que guardareis todos os meus estatutos, e todos os meus juízos, e os cumprireis.

Como amar a Deus e ao próximo?

Amar a Deus, amar ao próximo “Amar a Deus, amar ao próximo”, Força dos Jovens: Um Guia para Fazer Escolhas, 2022 “Amar a Deus, amar ao próximo”, Força dos Jovens ícone de pessoas prestando serviço Para ajudá-lo a fazer boas escolhas, Deus dá mandamentos. Ele faz isso porque ama você. E a melhor razão para obedecer aos mandamentos de Deus é que você O ama. O amor é o coração dos mandamentos de Deus. Um rapaz ajudando uma mulher mais velha em uma cadeira de rodas a atravessar a rua. Deus ama você. Ele é seu Pai. Seu perfeito amor pode inspirá-lo a amá-Lo. Quando seu amor pelo Pai Celestial é a influência mais importante em sua vida, muitas decisões se tornam mais fáceis.

Os dois grandes mandamentos, ensinou Jesus, são amar a Deus e amar ao próximo. E quem é o seu próximo? Todas as pessoas! Todas as outras coisas ensinadas nas escrituras e pelos profetas estão relacionadas a esses dois mandamentos. Todas as pessoas são seus irmãos e irmãs — incluindo, evidentemente, pessoas que são diferentes de você ou discordam de você.

O Pai Celestial deseja que Seus filhos amem uns aos outros. Quando você serve a Seus filhos, está servindo a Deus. Demonstre amor por Deus ao guardar Seus mandamentos. Por exemplo, ao santificar o Dia do Senhor, inclusive se preparando fielmente e tomando o sacramento, você mostra a Deus que está disposto a dedicar um dia por semana a Ele.

Ao jejuar e pagar dízimos e ofertas, você mostra a Deus que Sua obra é mais importante para você do que as coisas materiais. Quando usa os nomes de Deus e de Cristo com reverência, nunca de maneira vã ou casual, mostra sua gratidão por tudo o que Eles fizeram por você. Trate todos como filho ou filha de Deus.

Como discípulo de Jesus Cristo, você pode ser um exemplo ao tratar pessoas de todas as raças e religiões e de quaisquer outros grupos com amor, respeito e inclusão — especialmente aqueles que às vezes são vítimas de palavras e ações ofensivas. Estenda a mão àqueles que se sentem solitários, isolados ou indefesos. Dois rapazes de camisa social e gravata. Certifique-se de que sua linguagem reflita o amor a Deus e ao próximo — seja pessoal ou virtualmente. Diga coisas que sejam edificantes — nada que possa causar desunião, ser doloroso ou ofensivo, mesmo que seja uma piada.

Suas palavras podem ser poderosas. Deixe que elas sejam poderosas para o bem. Amar todos os filhos de Deus começa em casa. Faça sua parte para tornar seu lar um lugar onde todos possam sentir o amor do Salvador. Seu relacionamento com Deus se aprofundará à medida que você expressar seu amor obedecendo a Seus mandamentos e guardando seus convênios com Ele.

Seu relacionamento com outras pessoas se aprofundará ao expressar seu amor por meio do serviço cristão. Você encontrará alegria ao tornar o mundo um lugar mais amoroso. ícone perguntas e respostas Como posso sentir o amor de Deus? O amor do Pai Celestial está sempre disponível.

Converse com Ele com frequência por meio da oração. Compartilhe seus sentimentos com Ele e ouça as impressões Dele. Leia Suas palavras nas sagradas escrituras. Pense em tudo o que Ele fez por você. Passe um tempo em lugares e atividades em que Seu Espírito esteja presente. O Senhor espera que eu ame a todos, mesmo aqueles que me tratam mal? O Senhor espera que você ame seus inimigos e ore por aqueles que o maltratam.

No entanto, isso não significa que você deve permanecer em uma situação que lhe cause danos emocionais, físicos ou espirituais. Estabeleça limites saudáveis para manter-se seguro. Se você está sofrendo bullying ou abuso — ou se sabe que isso está acontecendo com outra pessoa — converse com um adulto de sua confiança.

  1. Quando e como devo conhecer membros do sexo oposto? A melhor maneira de conhecer as pessoas é por meio da amizade genuína.
  2. Enquanto você é jovem, edifique boas amizades com muitas pessoas.
  3. Em algumas culturas, os jovens conhecem membros do sexo oposto por meio de atividades salutares em grupo.
  4. Para seu desenvolvimento emocional e espiritual e segurança, as atividades individuais devem ser adiadas até que você esteja maduro — 16 anos é uma boa diretriz.

Aconselhe-se com seus pais e líderes. Deixe os relacionamentos amorosos para quando for mais velho. Passe um tempo com aqueles que o ajudam a cumprir seus compromissos com Jesus Cristo. O que posso fazer caso meu lar não seja um lugar de amor? Seu Salvador conhece sua situação, e Ele o ama.

  • Você segue os ensinamentos da Igreja de Jesus Cristo em seu comportamento privado e público com os membros de sua família e com outras pessoas?
  • Você se esforça para santificar o Dia do Senhor, tanto em casa quanto na igreja, assiste às reuniões da Igreja, prepara-se para o sacramento e o toma dignamente, e vive em harmonia com as leis e os mandamentos do evangelho?
  • Você é dizimista integral?

O que diz Marcos 12?

Jesus conta a parábola dos lavradores maus — Ele fala do pagamento de impostos, do casamento celestial, dos dois grandes mandamentos, da filiação divina de Cristo e das moedas da viúva.